FANDOM


Turma da Mônica (logo)

A Turma da Mônica é uma das maiores séries de quadrinhos nacionais, que já está em mais de 120 países com mais de 10 línguas. Começou a ser idealizada pelo cartunista Mauricio de Sousa por volta do ano de 1959 nas tiras de jornais da Folha de S. Paulo, com histórias em que o Bidu e o Franjinha eram os personagens principais.

A partir daí, nos anos 1960, a série começou a ganhar a identidade atual com a criação do Cebolinha e da Mônica nas tiras dominicais da Folhinha de S. Paulo, suplemento infantil do jornal, entre 1960 e 1963, que passaram a ser os protagonistas. Logo, novas revistas foram criadas, como a de Zaz Traz e a Bidu com o passar do tempo pela Editora Continental, e nos anos 70, a Editora Abril passou a distribuir a demanda, com novas criações de "Turmas" que englobaram ainda mais o universo da Turma da Mônica, com mais histórias sobre os personagens antigos criados por Mauricio nos anos 60 que agora receberam status como personagens principais, entre eles: Cascão, Magali, Chico Bento, Horácio, Jotalhão, Piteco, Astronauta, Penadinho, Papa-Capim e Tina, que ganharam suas próprias Turmas.

Portanto, embora a maior parte das histórias girem em torno das aventuras de Mônica, Cebolinha e seus amigos do bairro do Limoeiro, o termo do título se refere também às demais "famílias" de personagens criados por Mauricio, derivadas de outras séries. Desde 1970, na forma de revista em quadrinhos, os personagens já foram publicada por editoras como a Abril (1970-1986), a Globo (1987-2006) e Panini Comics (2007 até a atualidade), somando quase 2.000 revistas já publicadas para cada personagem.

Personagens clássicos Editar

Horácio Editar

Horácio é um dinossaurinho filósofo criado em 1963. Nasceu abandonado em um ovo no sol, junto de seu irmão que nasceu alguns segundos depois. Foi rejeitado por todos os outros dinossauros, é um mini-Tiranossauro Rex muito pequeno e frágil.

Jotalhão Editar

Jotalhão sempre se mete em fria por causa de seus marfins. Fez comerciais muitos divertidos de massa de tomate na década de 80.

Astronauta Editar

Astronauta sofre por estar sozinho em pleno espaço sideral, sem sua mãe, seu pai nem seus amigos. Perdeu sua namorada Ritinha por ficar muito afastado da Terra, que o trocou por um delegado. Só tem um computador de amigo e um amigo etê que raramente vê, por estar vagando por longe.

Penadinho Editar

Penadinho sofre por ser uma alma penada que não assusta ninguém. Ele atravessa qualquer coisa, portanto não consegue manter sua namorada por não ter direito de beijá-la ou abraçá-la ou até vestir uma roupa. E, quando quer assustar alguém, acaba sendo batido por não causar medo.

PrêmiosEditar

  • Medalha "Città di Lucca", recebido em Lucca, na Itália, 1969.
  • Gran Guinigi, recebido em Lucca, na Itália, 1971.
  • Yellow Kid, recebido em Lucca, na Itália, 1971.
  • Destaque de Marketing, recebido em Rio de Janeiro, 1976.
  • Tira de Bronze, recebido em São Paulo, 1984.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.