FANDOM


Sombras do Passado, Parte 1
Editora Panini, Edição 51
Turma-da-mnica-jovem-edio-51-1-638
Data Outubro de 2012
Preço da Capa R$ 7,50
Páginas 132
Precedido por Turma da Mônica Jovem N° 50
Sucedido por Turma da Mônica Jovem N° 52
"Sombras do Passado, Parte 1" é o 1º capítulo da Super Saga do Fim do Mundo. É a primeira de duas partes de Sombras do Passado. É o 1º capítulo da 1ª Temporada da Super Saga do Fim do Mundo e a 51ª edição da Turma da Mônica Jovem.

Aparecem nesta história

Principais

Secundários

Sinopse Oficial

Uma emocionante aventura em duas partes leva a galera de volta aos medos do passado.

Esboço Este artigo é um esboço, e está atualmente em construção...
No momento, esta página está sendo criada ou desenvolvida, você pode ajudar a Turma da Mônica Wiki expandindo-a.

Capítulos

Mônica está parada observando algo, enquanto narra sobre as decepções da vida, mencionando que parecia um sonho, lembrando que tudo isso havia começado com um sonho, ou melhor, pesadelos. A cena muda para uma Mônica assustada em uma floresta a noite, correndo de criaturas negras, que repetiam a frase "É ela!". Na correria, ela tropeça em um galho e apoia seu braço no chão, sentindo dores após isso. De repente, todas as criaturas a cercam e, assustada, ela acorda.

Sofia chegando ao Colégio do Limoeiro.

Sofia chegando à sala de aula, assustando Mônica, Magali e Denise.

No dia seguinte, Mônica conta a Magali e Denise sobre seus pesadelos, tentando saber seu significado, mas Denise diz que é apenas um sonho, uma viagem da cabeça que não tem significado, que Magali concorda. Mônica continua preocupada achando que estava com um problema, Denise retruca dizendo que ela não tinha apenas um e sim vários, como pele oleosa, cabelo ressecado, roupas barabgas e etc, Magali diz que seus sonhos poderiam ser mesmo um sinal de problemas. Neste momento, Sofia entra na sala, sendo apresentada pelo Professor Rubens e reconhecida pelas três, pelo que tinha feito na infância. Mônica trata Sofia com hostilidade, que a responda dócilmente e lhe dá um bom dia. Mônica briga com Cebola e Cascão, que estavam ajudando Sofia, lembrando do que ela fazia quando eram crianças e que ela batia em todo mundo, mas eles não se lembram dela e Cascão ainda diz que era Mônica que batia em todo mundo, fazendo Magali rir. Denise insinua que Mônica estava com ciúmes por considerar Sofia uma rival, pois Cebola havia se apaixonado por ela quando ela era um "botijão" e que talvez este fosse o tipo dele, dando uma possibilidade dele se apaixonar por Sofia. Mônica, ao mesmo tempo que fica em dúvida, pergunta à Denise quem ela chamou de botijão. Ela observa com raiva Cebola falando com Sofia, saindo da escola pensativa.

Mônica tem outro pesadelo, no mesmo local e com as mesmas criaturas a seguindo. Uma das criaturas aparece em sua frente, assustando-a e a derrubando de um barranco, em frente a uma casa abandonada com uma pessoa desconhecida que falava que a esperava há muito tempo. Mônica acorda assustada. No dia seguinte, Mônica e Denise formam uma dupla em um jogo de vôlei, Denise fica preocupada e manda Mônica tomar um banho de sal grossa, usando sal grossa, arruda e pipoca. Mônica estrenha a receita e pergunta se daria certo, Denise sai correndo de Mônica porque não queria pegar a energia negativa dela, Mônica corre atrás e Denise acaba esbarrando em Sofia, pensando que Mônica havia atirado um banco em sua frente. Denise insinua que a uruca de Mônica pegou nela, com Sofia dizendo para elas não brigarem por ela, Mônica pergunta quem ela pensa em enganar com essa falsa atitude, Sofia responde que apenas queria ser amiga delas, onde Mônica responde que seu círculo de amizades está completo.

Um tempo depois na aula de informática, Magali não acredita no que Mônica havia dito e diz que ela pegou pesado, pois ninguém estava querendo sentar ao lado dela, por causa que Mônica havia ameaçado que, quem sentasse ao lado de Sofia, deixaria de ser seu amigo. Magali pergunta porque Mônica tinha tanta implicância com Sofia e ela responde que era porque ela era uma vilã e que ela não entraria na panelinha delas. Magali pergunta de que panelinha ela falava e ela responde que eram as Panterelas, formadas por ela, Magali e Denise, embora tivesse esquecido que, originalmente, a Denise não fazia parte das Panterelas e era uma "vilã". Magali diz que elas nunca foram de formar panelinhas e que sua turma entrava mais amigos, afirmando que formar panelinhas é coisa de gente mesquinha e que quanto mais amigos melhor. Mônica acaba concordando com Magali, mas continua se negando a parar de pegar no pé de Sofia. Magali fica nervosa com Mônica e decide ir se sentar com Sofia.

Agnes torturando Mônica

Agnes torturando Mônica em seu sonho.

Mônica sai da escola chateada e pensativa, se sentindo mal pelo jeito que tratou Sofia, e acaba encontrando Cebola no caminho, que havia falado que eles iriam ver o filme "A Volta da Boneca Melindrosa". Mônica pergunta se ele achava que ela era a maior inimiga da turma na infância, ele discorda, afirmando que o Capitão Feio era o maior inimigo deles, Mônica vindo em segundo, fazendo ela gritar que seu passado a condenava. Ela começa a chorar e diz que está se sentindo mal pelo jeito que tratou Sofia, Cebola aconselha que ela converse com Sofia pessoalmente para se sentir melhor. Ela o abraça e diz que ele sempre sabia o que dizer, ele responde que é porque ele era mais inteligente que ela, irritando Mônica. Ele se desculpa pela brincadeira e diz que sempre que ela precisar desabafar era só falar com ele, ela agradece e diz que o ama. Mônica começa a refletir sobre o crescimento, saber reconhecer os erros e se desculpar, que se continuasse assim ia acabar ficando sozinha. Mais tarde, Mônica tem outro pesadelo, onde ela está engaiolada cercada pelas mesmas criaturas também engaioladas. As criaturas falam para Mônica falar baixo se não "ela" ia vir, então, uma sombra entra na sala pedindo silêncio, em seguida pega Mônica pela cabeça e diz que adora ouvir ela cantando. As criaturas temem por sua salvadora, ganhando o desprezo de Agnes, que dizia que ela não podia salvar a própria vida, jogando Mônica no chão. Uma das criaturas diz que é o fim, mas a criatura diz que é apenas o começo. Mônica acorda assustada, mas fica feliz que dessa vez pode provar que seus sonhos são reais ao ver uma pena preta.

Capítulo 1: Sombras do Futuro

Mônica vai com Denise à tenda da Madame Creuzodete. Denise pergunta se elas não iam pro cinema com a turma, Mônica responde que ela havia dito que as duas não iriam, Denise pergunta desde quando ela toma decisões por ela, Mônica diz que é por seus pesadelos, mostrando a pena que achou como prova de que eles são reais, mas Denise acha que era apenas uma pena que caiu de seu travesseiro. Mônica diz que a energia de seus sonhos foi tão intensa que a pena se materializou, Denise responde que ela deveria sonhar com algo útil, como roupas menos jeca, um tratamento de acne e uma hidratação para seu cabelo que parecia um ouriço morto. Mônica, irritada, diz que Denise está cheia de graça, ela responde que esse era seu senso de humor quando é acordada cedo em um sábado. Mônica se desculpa e afirma que iria chamar Magali, Denise fica irritada e pergunta se ela é segunda opção agora, Mônica diz que as duas são suas amigas, onde Denise diz para ela não espalhar sobre sua amizade, já que ela não era sua amiga, que só andava com ela pra parecer mais linda e inteligente.

Berenice assustando Denise e Mônica

Mônica e Denise sendo assustadas por Berenice.

Mônica corre atrás de Denise e as duas chegam a Tenda da Madame Creuzodete. Ao entrarem, Denise comenta que o lugar parece uma mistura de circo e casa mal-assombrada, também dizendo que Madame Creuzodete deveria estar tão velhinha que não saberia a diferença entre uma bola de cristal e um aquário. Então, uma senhora chamada Berenice aparece, perguntando o que elas faziam ali. Denise pula nos braços de Mônica e diz que aquilo era o ogro da casa mal-assombrada. Denise fica surpresa ao achar que Berenice é a Madame, perguntando se ela tinha uns 100 anos, onde aparece a verdadeira Madame Creuzodete afirmando que tinha feito 150 anos, surpreendendo as duas por seu corpo jovem.

Agnes aparecendo para Madame

Agnes aparece para Madame Creuzodete e Mônica.

As três se reúnem em uma mesa, onde Madame Creuzodete explica que Berenice era sua assistente. Mônica lembra que o antigo assistente da Madame era um corvo chamado Preto José do seu programa, a Madame responde que ela não faz mais televisão, que resolveu cuidar de seus afazeres como protetora do planeta, confundindo as duas. Ela diz que podem começar e que ja estava esperando-as, Mônica, assustada, pergunta como ela sabia, esquecendo que havia ligado para marcar a consulta. Após se dar conta, Mônica fala sobre seus sonhos repentinos e mostra a pena que supostamente se materializou, a Madame diz que as velas de Yaya Catumba Guelê vão dar a resposta. Então, as sombras da criaturas começam a aparecer, onde a Madame diz que elas implorar pela ajuda de Mônica, em seguida, diz que vê decepção, perigo, traição, um grande plano para derrotá-la, alerta que nem tudo é o que parece, que se trata de uma espécie de vingança e que, para derrotar o inimigo, deveria usar as mesmas armas. Mônica pergunta se a sombra distorcida é o inimigo. A Madame tenta ver mais fundo, mas diz que algo a impede, nesse momento, a sombra sai de dentro da bola de cristal e tenta sufocar a Madame, afirmando que bisbilhotar é feio. Mônica quebra a bola de cristal com o Sansão, sendo agradecida pela assustada Madame. Denise pergunta o que era aquela coisa e pergunta sobre o coelhinho, dizendo que a nostalgia mandou um beijo. A Madame Creuzodete diz que o destino daquelas criaturas depende dela, alertando também que quem ela acha que era amigo se voltaria contra ela e quem ela achava que era inimigo poderia ajudar no final. Ela devolve a pena para Mônica e diz que ela era real, que não havia se materializado.

Elas saem da tenda e Denise fica assustada com tudo aquilo, afirmando que deveria ter ouvido Berenice. Mônica fica pensativa sobre a pena ser real, Denise diz para ela esquecer a pena e lembrar sobre a parte da traição. Elas tentam imaginar quem é a amiga que não é de verdade de Mônica, onde Denise diz que daria pra fazer uma passeata na paulista com cartaz de cartolina com todas as pessoas que fingem ser amigas de Mônica. Ela se irrita e acusa Denise de ser a falsa amiga, por ter afirmado que ela tinha confessado que não era sua amiga, correndo atrás dela, enquanto Denise ironiza que ela começou a raciocinar. Neste momento, Magali e Sofia chegam ao encontro delas. Mônica pergunta se elas não foram ao cinema, Magali responde que não foram quando souberam que elas não iam, Denise as chama de fofas, Mônica diz para Denise que elas são verdadeiras amigas, onde Denise responde um "Será?" sussurrando. Magali diz que está apresentando o bairro pra Sofia, Denise diz que conhece vários points e pergunta aonde elas iriam primeiro. Elas vão à praça de alimentação do shopping, onde Denise questiona por quê não está surpresa.

Magali nota que Mônica está pensativa e pergunda o que houve, ela responde que está preocupada com seus sonhos e afirma que não aguenta mais e que parecia que o pior ainda estaria por vir. Denise ri e começa a zoar com Mônica, falando que alegria e diversão se vê por ali. Sofia pergunta o porquê dela estar rindo dos problemas da Mônica, falando que ela deveria dar mais atenção a suas amigas enquanto elas ainda estão por perto. Sofia diz que sempre foi difícil para ela fazer amizades e era por isso que só teve duas amigas de verdade, Penha e Agnes. Denise lembra que Penha foi a primeira namoradinha do "Cebolinha". Sofia diz que não era de se abrir muito, mas adorava elas, Magali pergunta se elas brigaram. Sofia conta que Agnes morreu há dois anos, fazendo Penha entrar em depressão pela proximidade delas, assim os seus pais a levaram pra França para mudar de ares. Mônica começa a se sentir culpada, dizendo que nem imaginava, Magali diz que deve ter sido uma barra, onde Sofia diz que ainda está sendo.

Sofia conta que lembrou delas e como eram animadas, alegres e companheiras, tudo o que ela queria ser, e por isso pediu para sua mãe lhe transferir para o colégio do Limoeiro. Mônica e Magali ficam comovidas com os motivos de Sofia e Mônica pergunta se Denise ouviu que ela só queria fazer amizades, mas Denise não estava com elas e sim vendo uma blusa na vitrine de uma loja, irritando Mônica. Denise volta e pergunta qual era o bafão, Mônica diz que Sofia só veio pro Limoeiro por causa delas enquanto Denise estava desconfiada achando que ela era uma inimiga. Denise pergunta se já era o dia da mentira, dizendo que ela tinha dito que Sofia não poderia entrar na panelinha delas porque era gorda. Mônica se assusta e diz à Sofia que Denise estava mentindo, Sofia diz que sabia que ela nunca diria nada disso, pois ela também era gordinha na infância, fazendo Mônica mencionar o seu "Meu Passado me Condena - Parte 3". Mônica se desculpa pelo que tinha feito e Sofia a perdoa, Denise dá boas-vindas à "Maitê". Sofia diz que Maitê não é seu nome, mas Denise diz que ela não tem culpa que Sofia tenha cara de Maitê. As quatro saem do shopping unidas.

Capítulo 2: O Retorno das Panterelas

Sofia se despede delas e vai embora. Mônica comenta que Sofia é um amor, Magali concorda e diz que ela parece ser a fã número de Mônica, pois queria saber tudo sobre sua vida e de seu relacionamento com Cebola, deixando Mônica alegre. Ela chama Sofia de fofa, recebendo a crítica de Denise, que diz que a menina mal virou as costas e Mônica já estava lhe chamando de gorda, ela a corrige dizendo que chamou de fofa, Denise diz que todos sabem que as duas palavras querem dizer a mesma coisa, mas "fofa" é mais meigo para não magoar. Mônica lembra que Denise sempre a chama de fofa, caindo a ficha de que ela a chamava de gorda, correndo atrás dela. Magali se despede delas e fala que vai jantar com Quim e as duas vão para a casa de Mônica.

Mônica sugere a Denise filmes de comédia romântica para elas verem, Denise, sarcástica, diz que adoraria ver os filmes com ela, mas não podia porque tinha uma vida, sugerindo que ela chame a "Maitê", pois era a cara dela passar a noite de um sábado vendo comédias românticas. Mônica ri e comenta que Sofia é legal, dizendo que foi injusta com ela sem saber o que ela tinha passado, sentindo-se melhor por ter se desculpado. De repente, Denise fica parada sem reação e mostra a Mônica que havia um bicho escondido atrás de sua cama. O bicho corre para atrás do guarda-roupa e Mônica consegue reconhecê-lo, tirando-o de trás do armário, revelando que era um porco alado.

Denise não lembra dos porcos alados, Mônica conta que são espíritos de porcos que formam a Leleala: A Legião dos Leitões Alados, que apareciam antigamente no bairro para proteger os animais da crueldade humana. Denise se comove com a situação e percebe que aquele porco, que só queria ajudar, se tornou vítima da crueldade também, e nota que a asa que Mônica havia achado era dele. Mônica pede para o porco contar o que aconteceu, ele conta que a sombra havia prendido todos eles, mas ele havia escapado e, por algum motivo, foi a casa de Mônica por achar que era um lugar seguro. Mônica diz que sua missão estava clara, que só ela podia salvar os porcos, Denise sugere que era melhor ela chamar a polícia, Mônica pergunta quem seria idiota a ponto de acreditar que uma sombra capturou porcos com asas, ela responde que Mônica acreditou, irritando-a.

Mônica pergunta ao porco se ele podia levá-las até os outros porcos, ele pergunta se ele tem que ir mesmo ou se podia apenas mostrar o caminho pelo "gúgou maps". Denise pergunta o porquê de Mônica tê-la incluído nisso, dizendo que não trocaria sua balada de sábado para enfrentar um monstro que ela nem conhece, Mônica diz que era a chance delas retomarem o grupo delas: As Panterelas. Porém, Denise aponta que Magali não estava com elas, irritando Mônica, que diz que as responsabilidades da adolescência atrapalham a diversão. O porco se oferece para ser a terceira panterela, Mônica aceita e os três saem para o resgate dos porcos alados, com Denise pedindo para Berenice acodí-la.

Capítulo 3: Uma Luz na Escuridão

Eles vão até uma floresta. Denise reclama do local e pergunta se o porco tem certeza que era por aqui, ele responde que não sabe e diz que não é GPS, Mônica pergunta se ele não conhece o caminho, mas ele diz que não conhecia no escuro. Mônica começa a reconhecer a floresta como a floresta de seus pesadelos e diz saber o caminho. Eles correm, Mônica salta o galho e Denise tropeça nele, ela desce o barranco e Denise cai do barranco e eles chegam até o casarão, Denise diz pra ela sonhar com uma praia ensolarada em Floripa da próxima vez. Elas colocam suas máscaras para entrar e Mônica comenta que a máscara de Denise, com dois buracos para seu cabelo, estava ridícula, e ela responde que ela deveria ter um espelho em casa.

Elas entram na casa e Mônica pede pra ela não fazer barulho. O porco guia-as até uma porta trancada, onde os porcos estariam, Mônica atira um criado-mudo na porta, destruindo-a. Denise reclama sobre Mônica ter dito para ela não falar alto, mas ela podia descer o barraco e acordar todos. Elas se impressionam com vários porcos alados engaiolados. Denise fica comovida e diz que eles devem estar morrendo de fome e perguntando quem faria aquilo, Mônica diz que não importa e pega Sansão, quebrando as gaiolas com ele. Elas os ajudam a sair das jaulas, Mônica diz que tudo o que queria era encontrar quem fez aquilo. Neste momento, a pessoa por trás de tudo aparece, Denise briga com Mônica por sua boca grande e Mônica diz para elas fazerem a coreografia.

Elas se apresentam para a vilã como as Panterelas e comemoram o seu bom desempenho. Voltando sua atenção à vilã, elas perguntam quem ela é. A vilã responde que já foi chamada de hipocondríaca, esquisita e tímida, mas elas a conheciam como Agnes, a Tenebrosa, revelando sua identidade.

Capítulo 4: Agnes, a Tenebrosa

Agnes verdadeira forma

Agnes revelando sua verdadeira forma à Mônica e Denise.

Denise comenta ter amado a roupa de Agnes e diz para Mônica se vestir como ela, Mônica fica confusa, pois Sofia tinha dito que Agnes morreu. Agnes comenta que faleceu há dois anos, mas que não conseguia largar sua casa e seus bichinhos, dizendo que não iria permitir que ninguém profane seu santuário, se transformando em sua verdadeira forma, revelando ser a sombra dos sonhos de Mônica. Agnes prende Mônica em um de seus tentáculos e fica feliz ao saber que os sonhos funcionaram, revelando que deixou o porco fugir para trazê-la até sua casa. Ela chama a atitude de Mônica de se sacrificar-se pelos outros como algo patético, após ela mandar Denise fugir com os porcos.

Ela ataca Denise com seu tentáculo, após ela tentar fugir com os porcos, dizendo que ninguém saíria dali com vida. Inspirados pelo sacrifício de Denise, os porcos decidem atacar Agnes, que solta Mônica ao tentar se livrar dos porcos, tendo medo das doenças que eles podiam transmitir. Mônica corre até Denise e pede desculpas por tê-la trazido, Denise, como "último pedido", pede pra ela fazer uma hidratação no cabelo, irritando Mônica, mas ela a abraça mesmo assim por estar viva. Ela quebra a tampa do bueiro e pula no esgoto, junto com Denise e os porcos. Ela comenta que pensou nisso quando viu que Agnes ainda tinha medo de pegar doenças, por isso não as seguiria ao esgoto. Denise fica feliz ao ver que Mônica pensou rápido e fica assustada ao ver que estava em um esgoto.

Mônica, narrando, comenta que tudo tinha se acabado bem. Elas se despedem dos porcos, Denise pergunta se os pesadelos haviam acabado e Mônica diz que tudo vai ficar bem de agora em diante. No dia seguinte, Cebola vai atender a porta, pensando que era Cascão. Ao abrir, ele descobre que era Penha, embora não tenha reconhecido-a primeiramente, que diz que não conseguiu esquecê-lo. No dia seguinte, Mônica e Magali vão a escola, que comenta que conseguiu dormir bem e os pesadelos acabaram. Porém, Mônica começa a narrar o que começou a narrar no começo da história, dizendo que a vida não era engraçada e sim muito cruel, mostrando Mônica observando Cebola e Penha se beijando.

Curiosidades

  • Cebola revela que Capitão Feio era o maior inimigo da Turma da Mônica na infância, e que Mônica era a segunda.
  • Denise diz não ser amiga de Mônica, mas que adora ficar perto dela porque, comparada à ela, ela parece ser muito mais linda e inteligente.
  • É revelado que Madame Creuzodete tem 135 anos.
  • A previsão de Madame Creuzodete para Mônica foi "Eu vejo decepção... Perigo... Traição! Um grande plano para te derrotar... Esse tempo todo... Era um grande plano! Nem tudo é o que parece! É uma espécie de vingança por tudo o que você fez! E pra você conseguir passar por essa provação... Vai ter que lutar com as mesmas armas do inimigo! (...) Quem você acha que é seu amigo vai se virar contra você... E quem você acha que é seu inimigo pode acabar ajudando no final!".
  • Sofia revela que Agnes morreu há 2 anos e que Penha entrou em depressão por causa disso, se mudando para a França, deixando-a sozinha.

Referências Culturais

  • O grupo "As Panterelas" é baseado em "As Panteras".
  • O filme "Merley & Eu", que Denise segurava, é baseado no filme "Marley & Eu".
  • Os porcos da Leleala são baseados em alguns personagens conhecidos. Como alguns são baseados em PokémonHello KittyPucca.

Continuidade

  • Denise menciona que Penha foi a primeira namoradinha do Cebolinha, o que realmente aconteceu, em Cebolinha 1ª Série - Nº 32 - A Namorada do Cebolinha.
Mangás da Turma da Mônica Jovem
Turma da Mônica Jovem Nº 0Turma da Mônica Jovem N° 1Turma da Mônica Jovem Nº 2Turma da Mônica Jovem Nº 3Turma da Mônica Jovem Nº 4Turma da Mônica Jovem Nº 5Turma da Mônica Jovem Nº 6Turma da Mônica Jovem Nº 7Turma da Mônica Jovem Nº 8Turma da Mônica Jovem Nº 9Turma da Mônica Jovem Nº 10Turma da Mônica Jovem Nº 11Turma da Mônica Jovem Nº 12Turma da Mônica Jovem Nº 13Turma da Mônica Jovem Nº 14Turma da Mônica Jovem Nº 15Turma da Mônica Jovem Nº 16Turma da Mônica Jovem Nº 17Turma da Mônica Jovem N° 18Turma da Mônica Jovem Nº 19Turma da Mônica Jovem Nº 20Turma da Mônica Jovem Nº 21Turma da Mônica Jovem Nº 22Turma da Mônica Jovem Nº 23Turma da Mônica Jovem Nº 24Turma da Mônica Jovem Nº 25Turma da Mônica Jovem Nº 26Turma da Mônica Jovem Nº 27Turma da Mônica Jovem N° 28Turma da Mônica Jovem Nº 29Turma da Mônica Jovem Nº 30Turma da Mônica Jovem Nº 31Turma da Mônica Jovem Nº 32Turma da Mônica Jovem Nº 33Turma da Mônica Jovem Nº 34Turma da Mônica Jovem Nº 35Turma da Mônica Jovem Nº 36Turma da Mônica Jovem Nº 37Turma da Mônica Jovem Nº 38 . Turma da Mônica Jovem Nº 39Turma da Mônica Jovem N° 40Turma da Mônica Jovem N° 41Turma da Mônica Jovem N° 42Turma da Mônica Jovem N° 43Turma da Mônica Jovem N° 44Turma da Mônica Jovem N° 45Turma da Mônica Jovem N° 46Turma da Mônica Jovem N° 47Turma da Mônica Jovem N° 48Turma da Mônica Jovem N° 49Turma da Mônica Jovem N° 50Turma da Mônica Jovem Nº 51Turma da Mônica Jovem N° 52Turma da Mônica Jovem N° 53Turma da Mônica Jovem N° 54Turma da Mônica Jovem N° 55Turma da Mônica Jovem N° 56Turma da Mônica Jovem N° 57Turma da Mônica Jovem N° 58Turma da Mônica Jovem N° 59Turma da Mônica Jovem N° 60Turma da Mônica Jovem Nº 61Turma da Mônica Jovem Nº 62Turma da Mônica Jovem Nº 63 Turma da Mônica Jovem N° 64Turma da Mônica Jovem Nº 65Turma da Mônica Jovem N° 66Turma da Mônica Jovem Nº 67Turma da Mônica Jovem Nº 68Turma da Mônica Jovem N° 69Turma da Mônica Jovem Nº 70Turma da Mônica Jovem N° 71Turma da Mônica Jovem N° 72
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.