FANDOM


Mônica (esboço antigo dos anos 60) Este artigo é um esboço, e está atualmente em construção...
No momento, esta página está sendo criada ou desenvolvida, você pode ajudar a Turma da Mônica Wiki expandindo-a.
Mônica e Sansão em Titônica
Alto lá, comandante! Parece que o navio Titônica avistou algo diferente...
Este artigo é sobre um personagem, objeto ou lugar que aparece nos Clássicos do Cinema. Portanto, não é algo real ou que exista no universo da Turma da Mônica; só existe apenas nas edições dos Clássicos do Cinema na qual aparece!
Sobre o Super-Home
Ajuda
Super-Home
Super-Home em 'Clássicos do Cinema - Batmenino vs Super-Home'
Super-Home na capa da edição de Batmenino vs. Super-Home
Informações de Fundo
Primeira Aparição
Clássicos do Cinema Nº 41 - Super-Home
(Dezembro de 2013)
Última Aparição
Clássicos do Cinema Nº 58 - Batmenino vs Super-Home
(Novembro de 2017)
Feito por
Chico Bento
Parodiando
Superman (Kal-El/Clark Kent)
Informações do Personagem
Nome Completo
Chico Bent (terrestre)
Chikal-El (goyabitoniano)
Afiliações e Grupos
Figa da Justiça
Moradia
Fazenda Bent, Medrópolis
Relacionamentos e Família
Astro-El (pai), Laritinha (mãe)
Os Bents (pais adotivos)
Amigo(s)
Rosileine, Batmenino (Bruce Ceboleine), Menina Maravilha (Monicona Prince)
Inimigo(s)
General Bod/Abodecalipse, Unça, Tour, Lelex Luto, Loucoringa, Super-Home Bizarro, Tiãozótis
Poderes e Habilidades
Super-força, voo e visão de calor


Chikal-El, também conhecido como Chico Bent ou Super-Home é um Goiabytoniano que foi enviado para terra, devido Goiabyton entrar em colapso e explodir.

Paródia do Superman (Kal-El/Clark Kent), da DC Comics.

Características e traçosEditar

Aparência do Chico Bento. Nariz grande, cabelo liso, criado pela bondade dos Bents, Chico Bent cresceu com muita bondade e simpatia, fez com que criasse esperança no povo de Medrópolis.

História Editar

Início da vida Editar

Chikal-El nasceu em Goyabiton, um planeta que estava destinado à "explodir", sendo assim salvo por seus pais Astro-El e Laritinha que enviaram o jovem Chikal à Terra, logo encontrado pelos Bents que adotaram o menino e batizaram-o de Chico Bent.

Poderes e habilidadesEditar

PoderesEditar

  • Força sobre-humana: Após chegar na Terra, ele foi capaz de levantar o caminhão de Tonico. Chico Bent simplesmente arou a fazenda com o próprio dedo e regou a plantação levantando a caixa d'água, virando ao mar. Após virar o Super-Home, seu primeiro salvamento foi com Rosileine que estava caindo. Ainda com a garota nas mãos ele segurou um helicóptero do qual Rosileine caiu. Ele levantou um carro, destruiu a porta do esconderijo secreto de Zé Lelex Luto com um superchute, mudou o trajeto de um míssil e derrotou Lelex em um único quadrinho. Além de tudo isso, ele também criou várias habilidades usando a capacidade citada.
    • Super-peteleco: Com um simples peteleco ele jogou um míssil ao espaço, que bateu num satélite e explodiu na Terra, causando um terremoto.
    • Super-sapateado: Com um sapateado em um chão rachando em terremoto, ele conseguiu colar tudo junto novamente e resolver o problema.
  • Super-sopro: Em um antigo aniversário seu, Chikal foi soprar as velinhas e todo o glacê caiu em cima de Lelex Luto (o impacto foi tão forte que a onomatopéia, ainda por cima, era "Superblosh").
    • Superbeijo do esquecimento: É um singelo beijo na bochecha que ele foi obrigado a usar quando todos os seus amigos (e inimigos, também) descobriram sua identidade secreta e a gritou, no Vale do Eco. Desse jeito, todos esqueceram que ele era Chico Bent quando o mesmo colocou o óculos para autografar o bloquinho de Rosileine.
  • Velocidade sobre-humana: Enquanto descobria seus poderes ele percebeu ser mais rápido que uma bala, roubando e comendo uma bala de anis antes dela ser aberta na escola e correndo na frente de um Trem-Bala. Para realizar o supersapateado ele precisa de sua velocidade extrema, pois assim consegue com êxito criar um sapateado rápido e forte no chão para colar uma rachadura na outra.
  • Visão de calor: Para aumentar seu romance com Rosileine, ele disse que Zequinha Olsen havia ficado gigante e usou uma visão de calor na parede, escrevendo um pedido de entrevista às oito da noite. Basicamente, de seus olhos sai um raio capaz de queimar e incinera ou queima o desejado/visto.

Links externos Editar

Notas de rodapé Ajuda

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.