FANDOM


Este artigo é sobre uma personagem da Turma do Astronauta. Você pode estar procurando pela amiguinha da Rosinha de mesmo nome, personagem da Turma do Chico Bento.
Ajuda
Ritinha
Ritinha em 'Uma Esposa para o Astronauta', de Mônica N174 (Globo)
Informações de Fundo
Informações do Personagem
Nome Completo
Rita
Aparência e Personalidade
Pele branca, cabelo preto, olhos verdes, roupas e vestidos ocasionalmente vermelhos. Gentil, bondosa, independente e decidida.
Moradia
Tangará, São Paulo
Família
Bonifácio (esposo)
Amigos
Astronauta,
Ditão

A Ritinha era a namorada do Astronauta, mas cansou de esperar pela sua volta das aventuras espaciais... e se casou com o Bonifácio, com o qual teve um filho.

Foi um baque para nosso herói, que ficou devastado, mas a vida continua e as aventuras do Astronauta também. Consta que Ritinha está muito feliz e ainda sente saudade de seu ex-namorado, mas com um teor de velha amizade cultivada há muito tempo, quando estes eram jovens apaixonados na humilde cidadezinha do interior de São Paulo chamada de Tangará, na qual ambos se conheceram.

Características e traços Editar

Ritinha

Ritinha é uma esbelta mulher de pele clara e cabelo preto escuro, seus olhos, verdes, foram o aspecto mais chamativo que impulsionou a atenção de Astronauta Pereira em chegar na moça para convidá-la pra sair.

História Editar

Ritinha: "Casei-me com Bonifácio há seis meses! Estamos muito felizes!"
Astronauta: "M-mas você não me falou nada!"
Ritinha: "De que jeito? Você estava no meio das suas intermináveis viagens espaciais!"
Astronauta: "Mas... mas..."
Ritinha: "Sei que você vai entender... não podia continuar apaixonada por uma lenda... um mito! Um dia você encontra outra garota! Mas não deixe ela esperando!"
―Ritinha explicando seu término para o Astronauta.[origem]
Rita se despede de Astronauta

Ritinha se despede de seu ex-namorado.

Em 1989 até meados de 1990, teve uma famosa série de histórias do Astronauta após ter sofrido o término de namoro com Ritinha, sucedendo ele com dor de cotovelo indo à procura de namoradas pelo espaço. Série iniciada em Mônica Nº 30 até Cebolinha Nº 43, todas da Editora Globo.

Depois disso, volta e meia o tema do Astronauta com Ritinha voltava à tona, já fugindo um pouco dessa série de histórias, mas sempre bem marcantes, como a do Parque da Mônica Nº 29 (Editora Globo), de 1995, onde é apresentado uma historinha filosófica do Astronauta em que ele se pergunta como seria sua vida se tivesse casado com a Ritinha em vez de estar no espaço sideral.

Aparições Editar

Curiosidades Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.