FANDOM


História

História Editar

Passado Editar

Penha e Cebolinha

Cebolinha deixando a Penha para trás.

Desde pequena, Penha sempre se achava superior às outras crianças por sua classe econômica, como visto em "Mônica Nº 14 - As Meninas do Bairro das Pitangueiras". Ela arrumava muita confusão com outras crianças, fazendo seus pais lhe apelidarem de Cavalo Vermelho da Guerra. Em "Cebolinha Nº 32 - A Namorada do Cebolinha", Penha namorou Cebolinha, que acabou deixando-a. Ela ficou furiosa, pois ele havia trocado-a pela Mônica. Alguns anos depois, Agnes morreu, fazendo Penha entrar em depressão, porque as duas eram muito próximas. Então, seus pais e elas se mudaram para a França.

Turma Jovem na CCXP
Mesmos personagens! Atualizados e prontos para um recomeço...
Este artigo é sobre um personagem, objeto ou lugar que aparece na TMJ. Portanto, são artigos de eventos futuros; simbolizando suas versões anos depois das historinhas clássicas!

Vingança Editar

Penha invocando Agnes

Penha invocando o espírito de Agnes.

Dois anos depois, ela decidiu se vingar de Mônica. Ela invocou o espírito de Agnes e as duas criaram o plano de vingança. Para colaborar em seu plano, elas chamaram Sofia, que tinha como objetivo vigiar Mônica.

Sombras do Passado Editar

Enquanto Mônica e Denise invadiam a casa de Agnes, Penha, escondida, gravava as duas supostamente depredeando uma propriedade privada supostamente sem motivo, devido a nem Agnes e nem os porcos aparecerem no vídeo. Após isso, ela visitou Cebola e lhe mostrou o vídeo, chantangeando-o que, se ele não a namorasse, mostraria este vídeo pra polícia, ele aceitou pelo bem de Mônica. No dia seguinte, Penha o levou para escola e os dois se beijaram na frente de Mônica.

Ela comemora após Sofia dizer-lhe que Mônica estava se sentindo muito mal e que poderia passar para a fase dois, querendo esfregar sua vitória na cara dela e comemorar o "bota-fora" de Cebola. Ele pede explicações a Penha, que manda Agnes atacá-lo. Sofia tenta convencer Penha a parar com isso, pois Mônica já estava no fundo do poço. Porém, Penha usa o olhar de desprezo em Sofia, dizendo que a criatura que aprendeu a falar com 9 anos pensava que podia raciocinar, falando que tomaria as decisões por ela. No outro dia, ela liga para Paulette para organizarem sua festa. Ela repara que Paulette é mais jovem que imaginava.

Penha e Cebola se beijam na frente da Mônica

Penha e Cebola se beijando na frente de Mônica.

Ela lhe apresenta Sofia e Agnes, dizendo que são quase suas criadas. Ela diz que sua mansão é uma das muitas que seu pai tem pelo mundo, fazendo Sofia rir e comentar que tinha gente que achava que a corrupção não compensa, Penha se irrita com ela e usa o olhar de desprezo. Voltando a conversar com Paulette, ela diz querer a melhor decoração com um grande telão, para passar o vídeo de Mônica, que Sofia pensou que era pra apresentar fotos no powerpoint com fotos dela criança. Ela se irrita com Sofia e usa o olhar de desprezo. Ela diz que quer seguranças pela casa, para caso o pessoal do Bairro do Limoeiro resolver aparecer. Paulette comenta que precisa arrumar uma coisa de imediato, tirando Sofia de seu lugar, chamando-a de coisa medonha que não combinaria com a mobília. Penha ri e a chama de melhor amiga, ordenando que Sofia espionasse Mônica em seguida.

No dia da festa, Penha agradece a presença de seus convidados e pergunta a Paulette quem são os mortos de fome, enquanto acena e sorri falsamente para seus convidados. Ela diz que são celebridades e modelos do momento, jornalistas e fotógrafos. Penha elogia o trabalho dela e diz que vai exibir o vídeo de Mônica na festa e que vai virar notícia, causando sua prisão. Sem seu consentimento, Mônica, ajudada por Sofia, conseguiu entrar na festa através do penhasco onde ficava o farol. Penha encontra Sofia na festa, que estava com Mônica escondida nas costas, que manda ela fingir ser um botijão na cozinha para não assustar os convidados. Sofia e Mônica acreditam que funcionou, mas Penha a chama, fazendo Sofia encostar em uma coluna da mansão, esmagando Mônica. Penha pede para Sofia mandar os garçons servirem a lagosta flambada, ela, aliviada, pergunta se era algo que não tinha a ver com Mônica, Penha fica desconfiada e pergunta a Sofia o que ela escondia, usando seu olhar de desprezo para ela falar. Sofia resiste para não falar, mas Mônica grita para ela dizer logo, pois estava morrendo esmagada. Penha tenta chamar os seguranças, mas Sofia a segura.

Penha passa a procurá-la e a encontra junto com Cebola, que respondem, com raiva, para ela dar um tempo, mas fogem ao lembrar que ela podia prendê-la. Penha adverte-os para não entrar em seu escritório, eles entram e Sofia fica na frente da porta para barrar a passagem. Penha ordena que ela saia de sua frente e talvez a perdoasse por esta traição, Sofia nega e diz que deve proteger Mônica, sua verdadeira amiga, ela usa o olhar de desprezo em Sofia e diz que ela não tem amigos e que todos a usam, inclusive sua verdadeira amiga. Sofia, resistindo, bate seu pé no chão, causando enormes rachaduras, derrubando-a no chão. Penha se desculpa com Sofia e pede para Agnes cuidar dela. Agnes atira Sofia na porta e prende Mônica e Sofia em seus tentáculos, que entra aplaudindo o casal, dizendo que quase chorou, mas lembrou que ela vai pra cadeia e riu, puxando sua bochecha. Cebola pergunta se ela fazia tudo aquilo por amor e diz que nunca vai amá-la, Penha ri e diz que nunca o amou.

Penha revelando ser o Cavalo da Guerra

Penha revela ser o Cavalo Vermelho da Guerra.

Mônica pergunta o porquê de sua crueldade, Penha cita o provérbio da árvore e do machado e diz que ela é o machado e Mônica a árvore, que havia sido feita por ela. Penha explica que foi a maior humilhação de sua vida ter sido trocada por uma zé-ninguém como Mônica, ela diz que passou anos planejando sua vingança e conta que ela a forçou a arrombar a casa de Agnes para poder gravar o vídeo e prendê-la. Mônica, zangada e chorando, pergunta quem havia lhe dado o direito de brincar com a vida dos outros e quem ela pensava que é, Penha responde que é o Cavalo Vermelho da Guerra. Ela pede para Paulette passar o vídeo de Mônica nos telões, dizendo para Mônica que sua vida acabou. Porém, Paulette se nega a obedecê-la, por ter simpatizado com o casal, Penha usa o olhar de desprezo nela e manda ela passar o vídeo, mas Paulette não é afetada, assustando Penha. Pautelle, então, revela ser uma Denise disfarçada, que estava coletando provas para inocentar Mônica. Denise passa o vídeo nos telões e todos descobrem os planos de Penha. Irritada por ter perdido, ela pede para Agnes acabar com todos.

Penha ataca Mônica

Penha tenta empurrar Mônica do penhasco.

Antes de Agnes matar Mônica, Penha pede para ela falar suas últimas palavras, Mônica grita "Agora!! Atacar!!". Neste momento, a Leleala aparece e ataca Agnes, que solta Mônica e Cebola. Neste momento, Ângelo aparece e diz que escoltará Agnes para o céu ou inferno, Agnes o ataca, mas foi inútil, sendo que ela foi sugada para o céu. Mônica diz a Penha que seu império caiu. Penha se nega a acreditar e pega a espada de Ângelo, derrubada quando ele foi atacado por Agnes, e tenta empurrar Mônica do penhasco. Porém, Mônica consegue se apoiar em uma pedra, mas Penha cai de cabeça no bote. Todos pensam que ela apenas desmaiou, mas Penha entrou em coma ao bater a cabeça. Sofia a levou para ser internada no Hospital Lázaro de Betânia sobre os cuidados do Dr. Stavros, no Bairro das Pitangueiras, com o tratamento sendo pago por seus pais.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.