FANDOM


Nicodemo

Nico Demo

Nico Demo era um personagem solo da Turma da Mônica, que atuava em tiras mudas politicamente incorretas de jornal. Fez, e ainda faz, muito sucesso e polêmica.

Nico Demo foi lançado no Jornal da Tarde em 4 de janeiro de 1966, a pedido de Mino Carta. Ele era, nas palavras de Mauricio, "aquele amigo que quer ajudar e provoca as maiores confusões com suas tentativas". Por ser uma personagem politicamente incorreta, Mauricio foi chamado para suavizar o teor de humor negro das tiras, mas recusou. Dessa forma, Nico Demo saiu do Jornal da Tarde e foi pra Folha da Tarde. Novamente, após várias cartas reclamando do humor da personagem, ele foi censurado.

Considerando que sua personagem veio "antes de seu tempo", Mauricio deixou-o de lado. Atualmente, suas histórias ficaram mais singelas, deixando o humor negro de lado. Ele, definitivamente, retornou como uma personagem fixa nos gibis.

Características e traçosEditar

Nico Demo tem sardas. Anda de roupas formais, com uma camisa branca de manga, de botão no umbigo, jaqueta e shorts pretos e uma gravata-borboleta vermelha. Tem um par de sapatos azuis claros, com meias brancas. Seu cabelo é amarelo, dividido para os dois lados formando espécies de chifres.

Nico Demo tem boas intenções, mas é visto com maus olhos pelos outros pelas consequências de suas ações. Ele mostra-se com bondade, sentindo a necessidade de fazer o bem para os outros, mesmo que não consiga os impactos almejados. Entretanto, há indícios de que suas intenções sejam más em certas ocasiões. Exemplo é de sua ilustração no antigo site da Turma da Mônica, onde aparece de rosto maléfico segurando um estilingue. Quando pratica seus famosos atos, porém, ele demonstra inocência.

Um garoto de índole duvidosa e, de certo modo, malcriado. Costumava aparecer em tiras antigas, mas com a chegada do politicamente correto foi varrido dos quadrinhos por um bom tempo. Voltou recentemente estrelando algumas histórias curtas e mudas.

Criação/Concepção Editar

Nico Demo foi lançado no Jornal da Tarde, em 4 de janeiro de 1966, a pedido de Mino Carta, para as tiras publicadas em jornal, e sem texto, ao contrário das diversas outras histórias de Maurício de Sousa e dos outros personagens da Turma da Mônica.

Com roupas formais e um cabelo loiro, com um corte que lembra um par de chifres, Nico Demo era, nas palavras do próprio Maurício, "aquele amigo que quer ajudar e provoca as maiores confusões com suas tentativas", um garoto cujas ações são aparentemente bem-intencionadas, mas com resultados tão desastrosos que sempre deixa as pessoas em dúvida: será que ele não queria mesmo aprontar?

Devido ao fato de Nico Demo não ser um personagem politicamente correto, Maurício foi chamado para suavizar o teor de humor negro das tiras, mas acabou por recusar. Desta forma, o personagem saiu do JT para as páginas da Folha da Tarde.

Mas o fato se repetiu: cartas reclamavam do humor do personagem, e novamente Nico Demo foi censurado.

Maurício de Sousa, então, deixou o personagem de lado, considerando que o personagem veio "antes do seu tempo". De fato, hoje em dia as tirinhas teriam muitos rivais, como South Park e Simpsons.

Estranhamente, na versão em inglês do antigo site oficial da Mônica o personagem fazia parte da turma da turma do Astronauta. Nas histórias atuais, com o politicamente correto ainda maior, às vezes é ele quem se dá mal, e outras vezes são só histórias mudas que poderiam ter sido feitas com um personagem qualquer.

DescriçãoEditar

GetBackEditar

A grande falta que se faz sentir até hoje no universo do Mauricio. Nunca contracenou com a turma e nunca apareceu em uma só revista ( a não ser em propagandas ). Estreou nas tiras de jornais pelos idos de 1966, com uma linguagem politicamente INCORRETA, em historinhas mudas. Causou pânico aos puristas e agradou em cheio os escrachados, até que, lá por meados dos anos 70 os 'certinhos' e os 'censuráveis' fizeram com que ele tirasse férias. Todo mundo diz que ele só está esperando a hora de voltar, quietinho, aprontando alguma...

Site oficialEditar

É um menino amoral, que faz várias travessuras, sempre com aparente boa intenção.

ApariçõesEditar

Turma da Mônica (Panini V1)Editar

  1. Lostinho
  2. Cascão Nº 9 - O mistério do personagem que lavou as mãos
  3. Mauricio de Sousa: Biografia em Quadrinhos
  4. Cebolinha Nº 36 - Tem um galo na minha janela
  5. Uma Aventura no Parque da Mônica Nº 41 - Pintura
  6. Nico Demo - Aí Vem Encrenca
  7. Magali Nº 49 - Salva-vidas
  8. Cebolinha Nº 68 - O atleta
  9. Mônica Nº 72 - Nico Demo e os cães
  10. Cebolinha Nº 86 - Na Biblioteca

Turma da Mônica (Panini V2)Editar

  1. Turma da Mônica Nº 5 - A mala

PublicaçõesEditar

Na editora Globo, Nico Demo lançou As Melhores Tiras do Nico Demo: uma coletânea com suas melhores tiras publicadas no jornal. Na era da editora Panini, a L&PM Pocket publicou Nico Demo - Aí Vem Encrenca em 2011, com tiras exclusivas.

Ligações externasEditar

Sítio oficial

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.