FANDOM


Este artigo é sobre o lápis mágico. Você pode estar procurando pelo primeiro lápis do Mauricio de Sousa.
Marina e seu lápis mágico

A Marina com o lápis mágico.

O lápis mágico da Marina é, como o próprio nome já diz, um lápis mágico que, quando usado para desenhar ou ilustrar algo, este desenho retorna com vida; além desta, o lápis tem muitas outras habilidades, como: criar portais ou entrar nos Infinitos Gibis ("histórias em quadrinhos universais").

História Editar

O lápis foi presenteado pelo Mauricio de Sousa, dos quadrinhos, para sua filha, Marina.

A descoberta Editar

Antes de completar sete anos, Marina e sua mãe, Alice Takeda, estavam em um campo aberto lendo seu livro favorito: "Alice no País das Maravilhas", de Lewis Carroll. A garotinha de cabelos cacheados fica extasiada pela fantasia da obra (em que uma garota entra em um mundo totalmente novo por um portal), e deseja um dia poder entrar na bela narrativa também, desenhando uma porta na primeira folha do livro.[1]

Mauricio dá de presente para Marina o lápis mágico

Mauricio entrega o lápis mágico para sua filha de presente.

Alice fala que se um dia a Marina quisesse entrar, bastaria usar a imaginação, e seu pai, em agrado, fala que se não fosse o suficiente, o lápis mágico a ajudaria nessa jornada. Assim, Marina usa o lápis pela primeira vez no livro d"O País das Maravilhas", liberando um exército pequeno de copas da história, sem perceber, mostrando a magia do lápis.[1] [2]

Inicialmente, tratava-se de um lápis normal, mas que no mundo dos quadrinhos ele se tornava mágico. Através dele, quando ela desenha uma porta, ela vai parar nos quadrinhos, e tudo que ela desenha por lá com esse lápis vira realidade, permitindo também se teletransportar por entre dimensões e atravessar portais para outras revistinhas.[3]

Mauricio de Sousa: "Marina, o lápis mágico não deve ser usado à toa! Tudo que você desenha com ele, dentro das histórias... se tornará realidade! E grandes poderes trazem grandes responsabilidades!"
Homem-Aranha: "Oi? Chamou?"
Marina: "Certo, pai! Agora é hora de você ter orgulho de mim!"
―Marina relembra o que seu pai fala para ela quando recebe o lápis.[4][origem]

O primeiro risco Editar

Mauricio e Marina com o lápis mágico

Notas de rodapé Ajuda

  1. 1,0 1,1 TMJ Nº 22 - No País das Maravilhas, Parte 1, Pág. 8 (quadrinho 1 e 2)
  2. TMJ Nº 22 - No País das Maravilhas, Parte 1, Pág. 9 (quadrinho 1 ao 4)
  3. Os 20 anos da Marina (28 de janeiro de 2015)
  4. TMJ Nº 56 - Sem Medo, Pág. 25 (quadrinho 1 ao 4)
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.