Turma da Mônica Wiki
Advertisement
Dudu
Dudu em 'A Gincana'.png
Informações de Fundo
Programas de Televisão
"Turma da Mônica"
Dublador(es)
Fátima Noya (1995-1996)
Vyni Takahashi (2012-2019)
Caio Mariano (2019)
Mariana Zink (2020-presente)
Primeira Aparição
Magali Nº 1 (Editora Globo) - "Vizinhos Opostos"
(Fevereiro de 1989)[1]
Informações do Personagem
Nome Completo
Eduardo[2] de Lima [3] Moreno [4] (Dudu)
Outros Títulos
Pestinha
Aparência e Personalidade
Menino de 4 anos[5], usa sempre uma camisa azul e shorts preto. Mimado, exigente e acaba por muitas vezes sendo chato.
Afiliações
"Turma da Mônica"
Moradia
Casa do Dudu
Família
Cecília e Durval (pais)
Magali (prima)[6]
Carlito e Lina (tios)
Dona Cota (avó)
Animais de Estimação
Bufa (bode)
Amigos
Binho (melhor amigo)

Não se deixem enganar pelo "rostinho angelical" desse pequeno pestinha! Dudu é o priminho da Magali, um garotinho bastante mimado e inquieto, sempre reclamando de boca-cheia e azucrinando quem está por perto pra fazer as suas vontades, incluindo seus pais: Dona Cecília e Seu Durval, que sofrem para agradar o hiperativo garotinho. Possui quatro anos e é um dos personagens mais teimosos da Turma da Mônica. Costuma aparecer nas histórias incomodando os demais personagens com suas esquisitices (especialmente o Cebolinha) e comumente serve de cuidado da sua prima ou da Xabéu, sua babá, para a tristeza delas.

Características e traços

Durval: "Olha, qualquer coisa que ele aprontar, é só ligar para este número!"
Xabéu: "Ah... o Dudu é um amor de criança! O que uma coisa fofa dessas poderia aprontar?"
Durval: "Acredite... depois de dois minutos sozinha com ele, você vai mudar de ideia! Fique com o número!"
―Os dois conversando sobre o Dudu.[origem]

"Pegue-me se for capaz!", em Bariloche.

Por estar no auge da curiosidade infantil, o Dudu é a imagem certeira da travessura com o jeitinho irritante. Como uma das típicas criancinhas teimosas, birrentas e levadas, ele consegue tirar do sério qualquer um que passe do seu lado durante uma historinha, enchendo os outros com suas perguntas infinitas e seu mundinho faz-de-conta que ama inventar (acredita fielmente que tiazinhas solteiras são bruxas e que a maioria dos adultos na qual não vai com a cara, são alienígenas). Tem uma ingenuidade de confiar em tudo que ouve e, apesar de inocente, sabe quando usar da sua fofura para ludibriar os outros e tem ainda a mania de mentir para se dar bem e acabar não levando castigos.

Sua principal "marca" é ser antítese de sua priminha esfomeada: enquanto ela tem um apetite voraz, o Dudu não come nada, é muito enjoado com tudo. Sempre curioso e irritante, o garotinho é um zé-pimentinha de primeira classe e adora se envolver com tudo na qual não foi chamado pela simples vontade de importunar. Sempre quer fazer alguma coisa de "adolescente" (como jogar, andar na moda e ser descolado), mesmo que não tenha idade e muito menos maturidade pra isso, virando alvo de chacota. Ele também muda frequentemente de assunto, altera a emoção instantaneamente e muitas vezes, não entende palavras modernas ou ultrapassadas. Um extraterrestre afirmou que o indicador de chatice, apontando o Dudu, atingiu o ponto crítico, mostrando o quanto ele incomoda a vida alheia.[7]

Bastidores

Criação e desenvolvimento

Suas origens e aparições começaram em uma das primeiras edições da revista da Magali (pois antes, ela tinha histórias solo nas revistas da Mônica). No início, ele era apenas um vizinho oposto a Magali, mas depois desenvolveu mais personalidade até ganhar um temperamento pestinha e não só contracenando com a Magali, mas também incomodando os outros personagens. Recentemente, foi confirmado seu parentesco com a Magali, que passaram de vizinhos a primos.

Biografia

Dudu é visto frequentemente com uma camisa azul, bermuda preta (igual do Cebolinha) e um tênis vermelho, mas costuma diversificar as suas roupas, como usando fantasias para se misturar com a turma mais velha, geralmente não dando certo. Muitas vezes, Dudu joga todo o almoço pela janela para fazer os passarinhos comerem ou deixar as formigas levarem. Depois de ter ganhado o Bufa (um bode bastante comilão) do Cascão, Dudu dá todas as sobras do almoço para ele. Ele detesta mesmo saber que gente normal da sua idade gosta de substituir uma alimentação saudável para comidas gordurosas, preferindo frituras. Não conseguem, muito menos, fazê-lo comer um cachorro-quente, um hambúrguer, sanduíche e etc.

Sua mãe sempre chama a Magali para fazê-lo comer, que conta as mais variadas histórias envolvendo comidas que ele detesta, mas no fim, sempre acredita para sua inocência. Como Magali sempre é chamada pela Dona Cecilia, ela mais serve como uma babá para o Dudu, sempre o vigiando e cuidando dele, entretanto, Xabéu já chegou a ser sua babá - e foi á loucura por causa disso - em uma história. Em alguns casos, Magali vai mais servir de incentivo para ele, só que acaba não resistindo e come o que era para ele. Entretanto, Dudu acaba sempre comendo contra sua vontade. Dona Cecília também cria histórias usando o prato como se fosse uma aventura para o jovem Dudu, ou ele mesmo se imagina na situação em locais que vendem comida (como no supermercado, por exemplo). Morre de medo do Mingau. Na Turma da Mônica Jovem, Dudu fica mais esportivo, gostando do anime/mangá "Naruto" e principalmente andar de skate.

Relacionamentos

Cecília e Durval (pais)

Dudu é muito dependente de sua mãe, por ser uma criança pequena. Sua relação com sua mãe é de teimosia. Dona Cecília faz de tudo para fazer o filho comer. Sua principal característica, ao contrário de sua prima Magali, é não gostar de comer. Além disso, ele detesta muito mais chatear sua mãe, que inventa as mais variadas coisas para fazê-lo comer, como: enganando-o, pedindo para seu marido se fantasiar de super-herói e mostrar como uma refeição é boa, entretendo-o e mostrando como ficar forte; ou chamar a Magali, de apetite voraz, para influenciá-lo a comer.

Seu Durval é um tanto ausente na vida do filho, pois trabalha o dia todo. E quando está presente, não demonstra grandes afetos pelo Dudu, pois tenta o ludibriar com histórias absurdas, e as vezes caçoa do próprio filho. Talvez seja esse o motivo de Dudu ser tão complexado.

Magali

Apesar de serem primos unidos, são semirrivais. Magali, em geral, se sente superior ao Dudu, por ser mais velha, e vive dando uma de babá para ele, falando o que é certo e o que é errado. Enquanto isso, Dudu faz pirraças com a Magali para qualquer coisa e vive atazando a prima. Magali vive contando histórias fantasiosas (em algumas histórias, nem tanto) para o Dudu, e ocasionalmente aparece na casa do primo para almoçar e roubar o almoço do primo, pois sabe que não fará falta a ele.

Cebolinha

Cebolinha costuma ser a principal "vítima" das artimanhas do Dudu. O pestinha não deixa o Cebolinha em paz, e as vezes até atrapalha seus planos para derrotar a Mônica. Ele acredita em etês e que os cinco fios de cabelo do Cebolinha possam servir como uma antena extraterrestre.

Cascão

Ele também incomoda muito o Cascão. Dudu incomoda tanto o Cascão, que até o próprio não suporta as artimanhas do próprio pirralho.

Anjinho

Dudu teve um episódio focado na relação entre ele e Anjinho, Para Cada Anjo um Pestinha. Serve para mostrar o quão irritante o Dudu consegue ser, conseguindo tirar a calma do Anjinho, que é um anjo cujo o objetivo não é outro além de ajudar as criancinhas do Bairro do Limoeiro.

Binho

Binho é o melhor amigo de Dudu. Os dois estão sempre brincando juntos, pois têm a mesma idade.

Curiosidades

  • Seu nome nas tirinhas em inglês é Junior.
  • Como Dudu tem 4 anos de idade nas histórias da Turma da Mônica Clássica, ele teria 9 anos de idade nas histórias da Turma da Mônica Geração 12 e 12 anos de idade nas histórias da Turma da Mônica Jovem.
  • Xabéu questiona como Dudu pode viver sem comer em "A Aposta". Dudu retruca com: "Sei lá! É tipo... 'Se o Cascão não gosta de água, como é que ele mata a sede?'".[8]

Referências

  1. Dudu, antes de estrear na edição da Magali Nº 1, apareceu na historinha "Eu Quero a Minha Revista!" em visão; história publicada em outros 3 gibis (Cascão Nº 51, Chico Bento Nº 51 e Cebolinha Nº 25, todos da Editora Globo, em dezembro de 1988).
  2. Magali 1ª Série Nº 3 (Editora Panini) - Nome ou Apelido?, Março de 2007
  3. O sobrenome, Lima, é proveniente ao sobrenome oficial de sua prima, Magali Fernandes de Lima;[especificar fonte]. Magali provavelmente herdou o sobrenome Lima de seu pai Carlito, tio de Dudu e irmão de sua mãe Cecília. Nos países de língua portuguesa o primeiro sobrenome costuma ser o da mãe
  4. Sua família é apresentada como "os Moreno" em sua primeira história, Magali Nº 1 (Editora Globo) - Vizinhos Opostos, Pág. 4 (quadrinho 1), de Fevereiro de 1989. Moreno provavelmente é o sobrenome de seu pai.
  5. Magali Nº 1 (Editora Panini) - Um ou Outro, Maio de 2015
  6. Anteriormente, Magali era somente sua vizinha, mas acabou que Dudu virou seu parente.
  7. O Plano Etê e o Coelho Automático
  8. Magali Nº 396 (Editora Globo) - A Aposta, Pág. 19 (quadrinho 4), Maio de 2006
v - e
Turma da Mônica (logo deitado).png
Advertisement