Clubinho dos Meninos
Clubinho dos Meninos.png
Informações de Fundo
Programas de Televisão
Turma da Mônica,
Mônica Toy,
Biduzidos
Primeira Aparição
Mônica Nº 1 (Ed. Abril) - Mônica é Daltônica? (Maio de 1970)
Informações do Lugar
Localização
Campinho, entre a floresta e a Rua de Baixo
Tipo
Grupo privado
Dono(a) e Criado por
Zé Luís (anteriormente),
Cebolinha
Visitantes
Cascão, Franjinha, Titi, Jeremias, Xaveco, Manezinho, Humberto, Do Contra, Dudu, Nimbus, Zé Luís e Bloguinho
Afiliações
Bairro do Limoeiro

O Clubinho dos Meninos é um grupo que tem como sede uma pequena casinha feita de madeira no meio do Campinho, localizada bem próxima a floresta da cidade.

Nela, os garotos do Bairro do Limoeiro se reúnem para aprontar e fazer planos infalíveis contra a Mônica, com o objetivo de adquirirem o posto de "Dono da Rua". O presidente e fundador do Clubinho é o Cebolinha, como não podia deixar de ser.

Descrição

Clubinho dos Meninos em Cascão 437 da Editora Globo (002).png

Uma antiga casinha de madeira, pintada da cor verde, tem uma única porta e só uma janela. Às vezes com um telhado vermelho, de vez em quando vista com telhas marrons, por dentro é repleta de desenhos caricatos zombando da dentucinha de vermelho em uma parede pintada à mão por tinta amarela.

Dentro do lugar existe uma lousa com rabiscos de alguns planos infalíveis esboçados, atrás de um balcão de comício com folhas no altar, que o Cebolinha usa para fazer seus discursos; há bancos espalhados pela casinha, em que os meninos usam para sentar e ouvir as novas ideias do presidente. A localização exata do Clubinho é alvo de algumas discordâncias, sabe-se que é no Campinho, onde os meninos costumam jogar futebol, mas não há uma certeza se é abaixo da Rua do Limão,[1] ou acima da Rua de Baixo (trocadilho?).

Antecedentes do lugar

Era antigamente um lar abandonado, alvo de diversas lendas por estar próximo à floresta, como a da "Bruxa de Blu", popularizada quando as crianças assistiram um filme de terror, na qual reza que uma bruxa assustadora leva crianças até uma cabana no matagal, o próprio "Clubinho", sumindo com elas.[2] Ou a conhecidíssima lenda dos "Meninos de 7", em que Cascão conta a história dos meninos que, ao fazerem sete anos, desaparecem no mato da Coruja Braba, próximo ao Clubinho, e foram transformados por zumbis errantes... inventada pela turminha para assustar o Cebolinha em seu aniversário.[3]

Membros

Alguns dos meninos: Cebola, Cascão, Jeremias, Franja e Xaveco.

Quase todos os meninos do bairro fazem parte do clubinho. Só não estão incluídos o Luca, o Quinzinho, o Do Contra e o Dudu (este último já tentou várias vezes participar do grupo, mas é sempre barrado pelos outros meninos por ser novo demais e muitas vezes dedurar os planos pra Mônica). O Do Contra já foi integrante assíduo do clubinho por algum tempo, mas depois saiu por sua falta de interesse e voltou a participar ocasionalmente.

a. ^ O Zé Luís foi o fundador originalmente, mas esse detalhe foi esquecido com o tempo.
b. ^ Foi o presidente do clubinho por um breve período de tempo.

Estatuto do Clubinho

Cebola mostra o estatuto.

"É, sim! Está aqui no regulamento do clubinho, que você mesmo escreveu! Caso você não se lembre, o regulamento é o livro de regras! E lá diz que se o presidente não andar na linha, já era!"
—Cascão para o Cebolinha.[4]

Quando, porventura, a Mônica acabou assumindo a presidência do clube por um tempo (resultado de um desafio que os meninos fizeram com o Cebolinha para ver se a liderança é fácil de ser comandada por qualquer um, incluindo pela grande inimiga: a "dentuça"), a garotinha desfruta da sua pose de líder para colocar diversos vasinhos de flores e samambaias como decoração (no afloro da feminilidade), indo contra a todo o quesito rústico e tradicional do clubinho... irritando o ex-presidente, Cebolinha.[5]

Uma vez, o estatuto já foi rasgado, tendo as páginas concertadas pelos meninos depois.

Ela aproveita e libera para que a noite das garotas – reunião que as meninas do Bairro, de vez em quando, realizam – seja feita no lugar, com chá de bonecas e reuniões de tapuaérs. "A Noite das Garotas" Na flor dos nervos por conta da atual autoridade do clube, Cebola resolve mostrar algo mais soberano do que a presidente e qualquer outra pessoa que deseja ocupar o cargo – o "Estatuto do Clubinho" – que, ao ler, Mônica desanima depois de ver que os meninos põem em prática a "lei suprema", na qual todos que entram devem obedecer a seguinte, e única, regra que a fez desistir da posição de líder:

"Derrotar a dentuça gorducha da Mônica e livrar o Limoeiro da tirania cruel da baixinha!" [5]

História

Os meninos do Limoeiro em Mônica N65 - Certo dia, no clubinho.png

Inauguração

O grupinho dos garotos já tiveram diversas rixas com as meninas, como a Marina e a Denise, que junto com a dupla principal (Mônica e Magali) construíram um clubinho feminino temporariamente, para disputas e ganhar mais espaço das mocinhas no bairro. Mais tarde, desistiram de proibir a entrada dos garotos, abrindo as portas do clube para todas as crianças da rua.[6]

Gincana!

Em uma tentativa de reanimar a chata rotina dos garotos de correrem atrás da Mônica o tempo todo, Cebolinha decide montar uma lista de atividades para divertir os meninos.

Organização do Clubinho

Lugares mencionados/mostrados

Troféus do Clubinho em 'Vira-Casacas'.png

  • Prateleira de troféus: Lá, é mostrado todos os prêmios recebidos pelos meninos da Rua do Limão, seja em competições de corrida de lesmas, disputa de cuspe a distância, até o campeonato de bolinhas de gude do bairro.[7] Existe ali, ainda, o grandíssimo "troféu número 1", comprado pelo Cebolinha com a mensalidade dos meninos do clube para incentivar o espírito esportivo na criação de planos para derrotar a Mônica, o ganhador seria prestigiado com o prêmio.[8] Nesse mesmo local, existe os poucos, mas merecidos, troféus recebidos pelo Limoeiro Futebol Clube.

Saída de emergência antimônica do Clubinho.png

  • Saída de emergência "antimônica": Caso a Mônica apareça por surpresa no Clubinho para dar umas boas coelhadas nos meninos, eles têm a opção de usar uma escotilha especial no meio da casinha pra casos extremamente emergenciais... aberta, o alçapão dá de encontro a um túnel, que conecta as casas de todos garotos do Bairro do Limoeiro: uma saída no quarto do Nimbus e do Do Contra,[9] outra debaixo da cama do Jeremias, uma na garagem do Manezinho, uma atrás do campinho (em frente a Tenda da Madame Creuzodete),[10] e outro que dá de encontro ao banheiro do sujinho do Cascão.[11]

Curiosidades

Cascão reclama da senha para o líder...

A Turma da Mônica Wiki tem uma coleção de Imagens sobre:
Cebolinha tirando Fotos.png
  • É revelado em uma história que para barrar as meninas, os meninos tinham uma lista enorme de senhas (veja a imagem ao lado direito).[12]
    • Nessa mesma história, após as meninas descobrirem a senha, o clubinho é mudado para ser uma casa na árvore! A ideia, no entanto, é mudada logo depois...
  • No início era apenas um Clubinho em que todos podiam participar. Mas as meninas do Bairro queriam decorar a casa com enfeites frufrus e usavam o clubinho pra brincar de boneca, por conseguinte, os meninos as expulsaram e fundaram o Clubinho dos Meninos como mostrado em uma história.
  • Na história "Mônica é Daltônica?" (da primeira edição da revistinha da Mônica, pela Abril), o Clubinho ficava atrás de uma fábrica abandonada.
  • Aos olhos de Vitor e Lu Cafaggi, em "Lembranças", de 2017, reimaginaram o Clubinho como uma casa da árvore no quintal do Cebolinha, construído pelo seu pai.

Referências

  1. Cebolinha Nº 82 (Editora Globo) - O exterminador de coelhinho sem futuro, Pág. 4 (quadrinho 1)
  2. Mônica Nº 179 (Editora Globo) - A Bruxa de Blu, Pág. 7 (quadrinho todos)
  3. Cebolinha 2ª Série - Nº 6 - A Lenda dos Meninos de 7, Pág. 7 (quadrinho 2 ao 3)
  4. Turma da Mônica Nº 50 (Editora Panini) - Nova direção, Pág. 47
  5. 5,0 5,1 Turma da Mônica Nº 9 (Editora Panini) - Mudanças no Clubinho
  6. Mônica 2ª Série - Nº 50 - Um clubinho diferente
  7. Cebolinha 2ª Série - Nº 15 - Os Vira-Casacas
  8. Cebolinha Nº 171 (Editora Globo) - Ao Vencedor, o Troféu!
  9. Mônica 1ª Série - Nº 47 - O Urubu da Confusão, Pág. 19 (quadrinho 1)
  10. Mônica 1ª Série - Nº 47 - O Urubu da Confusão, Pág. 19 e 20 (quadrinho 2, 7 e 8)
  11. Mônica 1ª Série - Nº 47 - O Urubu da Confusão, Pág. 22 (quadrinho 1 e 2)
  12. Cascão Nº 437 (Editora Globo) - A senha secreta (mas não muito)
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.