FANDOM


Tô na História

Tô na História

Tô na História 1

A história começa com o Dudu entrando em seu quarto, ansioso para brincar com seus brinquedos. Ele começa a brincar com o "Xerife" (que na verdade é o Chico Bento, parodiando o Xerife Woody), e faz o porquinho – chamado por ele de "Doutor Octoporcus" – (que na verdade é o Cascão, parodiando o personagem homônimo do filme) de vilão. Então ele começa a questionar e pensa que um xerife precisa de um cavalo. Porém, como ele não tem nenhum cavalo entre seus brinquedos, usa o dinossauro (que na verdade é o Horácio, parodiando o personagem Rex). Mas, enquanto ele brinca, sua mãe chama-o para almoçar, fazendo com que ele saia do quarto. Após isso, os "brinquedos" se espantam ao descobrir que viraram brinquedos, e alguns se irritam por causa das piadas com eles (como por exemplo, o Cebolinha virou um "Sr. Cabeça de Cebola", parodiando o Sr. Cabeça de Batata). Após comentarem sobre terem virado brinquedos, começam a especular sobre a razão, quando então, aparece o Astro (que na verdade é o Astronauta, parodiando o Buzz Lightyear), que acha que é um brinquedo. O Chico comenta que aquilo "virou a festa da uva", o que faz Cebolinha ter um insight, lembrando que antes de tudo, todos eles estavam em uma festa. Enquanto eles debatem, chega o Dudu, que os leva em sua mochila ao Universo da Pizza, onde mais tarde, eles procuram pistas, mas só encontram uma pastora de ovelhas (que na verdade é a Magali, consciente de quem ela realmente é, parodiando a personagem Betty), porém, logo depois, eles avistam Tonhão (parodiando Sid Phillips, o vilão da história), um garoto que adora detonar brinquedos. Ele pega um cachorro-mola (que na verdade é Bidu, parodiando o personagem Slinky), que entra em pânico, mas logo depois é salvo por um boneco alien de uma turma de alienígenas (todos lembram muito o Bugu). Bidu consegue se salvar, mas Bugu é pego por Tonhão, que o leva para casa. Bidu encontra a turma, que ao avistar que Bugu foi levado por Tonhão, partem para ajudá-lo. Perto dali, Tonhão se prepara para detonar Bugu, enquanto a turma está pensando em algo para salvá-lo. Eles não conseguem pensar em nada, porém, Chico sugere que Astronauta poderia salvá-lo. O herói, no início, duvida da própria capacidade, mas aceita a missão, e com a ajuda de Bidu, consegue entrar na casa de Tonhão, salvando Bugu, porém, Astronauta não sabe voar, mas sim "planar e cair com estilo", o que os faz cair em uma loja de brinquedos.

Personagens (em ordem)

  1. Dudu parodiando Andy
  2. Cascão parodiando Porquinho
  3. Chico Bento parodiando Woody
  4. Horácio parodiando Rex
  5. Cebolinha parodiando Senhor Cabeça de Batata
  6. Astronauta parodiando Buzz Lightyear
  7. Magali parodiando Bo Peep
  8. Tonhão parodiando Sid Phillips
  9. Bugu parodiando Aliens
  10. Bidu parodiando Slinky
  11. Geri (figurante, de O Jogo de Geri)
  12. Carl Fredricksen (figurante, do filme UP Altas Aventuras)
  13. Russell (figurante, do filme UP Altas Aventuras)
  14. Relâmpago McQueen (figurante, do filme Carros)
  15. Penadinho (figurante) parodiando Bebê Aranha

Tô na História 2

Tô na História - Parte 2" cobre os acontecimentos do segundo filme. Um pouco depois de cairem na loja de brinquedos, Bugu e Astronauta (ainda pensando que é um brinquedo) reencontram a turma, que os seguiu, mas então, logo depois, aparece Frédipo (parodiando o personagem Al McWhiggin do segundo filme), o dono da loja, que persegue a turminha que de acordo com ele são "itens raros e falantes" que ele quer vender para um museu no Japão. Mas então ouve-se uma voz, que é revelada ser de Mônica (vestida de "cowgirl", parodiando a personagem Jessie). Frédipo xinga ela, chamando-a de "baixinha, gorducha e dentuça", o que faz com que Mônica dê uma coelhada nele. Logo depois ela se dirige à turma, que avistam Denise e Xaveco (em versão jovem, parodiando os personagens Barbie e Ken, respectivamente). Chico fala que eles precisam ir embora antes que Frédipo acorde, mas quando ele se dá conta da falta do resto da turma, descobre que eles foram presos por Frédipo, que já está indo para o aeroporto no carro da sua mãe. Enquanto Astronauta e Chico debatem sobre como salvar a turminha, vários soldados de plástico (todos são o Louco e parodiam os soldadinhos de plástico do filme) chegam para ajudá-los, levando-os no tanque de guerra de plástico até o aeroporto. Chegando lá Chico se jogou até a caixa, rasgando-a um pedaço, porém a caixa é lançada sem querer por cima de um muro e é levada até uma creche.

Personagens (em ordem)

  1. Frédipo parodiando Al
  2. Mônica parodiando Jessie
  3. Xaveco parodiando Ken
  4. Denise parodiando Barbie
  5. Louco parodiando exército de bonequinhos

Tô na História 3

"Tô na História - Parte 3" cobre os acontecimentos do terceiro filme. Depois de serem levados para a creche, a turminha (menos Chico e Astronauta) é encontrada pelas crianças do lugar e são "mal-tratados" por elas (não exatamente isso, mas como as crianças são muito pequenas, não sabem brincar direito com a turma). Assistindo a isso tudo, Astronauta e Chico vão resgatá-los voando em uma pipa (pois a versão brinquedo do Astronauta não voa), mas para pousar, é necessário soltar a pipa, o que os faz cair no parapeito da janela, e de lá eles analisam o lugar enquanto pensam em um plano mas é o sargento Louco, dos soldados de plásticos, quem tem uma ideia. Enquanto isso, lá dentro, a turminha pensa em como sair da creche, e encontram o Ursinho Bilu e o Capitão Pitoco, que os prendem. Fora da creche, o sargento Louco põe seu plano (que era descer pela calha) em prática, e se disfarça de joaninha, assustando uma garota (que pensou que ele é uma barata) que entrou assustada na creche, deixando a porta aberta. Quando entram, descobrem que a turminha está presa e que quem os prendeu foi o famoso Ursinho Bilu e seu cupincha Capitão Pitoco. Como Chico não conhece o Bilu, Astronauta conta-o sobre a história do ursinho: O Ursinho Bilu já foi um brinquedo muito famoso, mas com o tempo, ele caiu no esquecimento e foi abandonado, passando então a conjugar o verbo esquecer em todas as suas formas. Chico manda os soldadinhos de plástico procurarem o manual do Astro, pois só se ele lembrasse de tudo que tinha esquecido ele poderia ajudar. Mas os soldados, desastrados, foram notados, fazendo com que Bilu mandasse o Capitão Pitoco para pará-los, porém, Astronauta apareceu pronto para lutar contra o Capitão, que trocou suas mãos para mãos mais poderosas (pois possui mãos intercambiáveis, isto é, mãos em outras poses, para serem trocadas). Enquanto isso, os soldados de plástico atacavam Bilu e Chico soltava a turminha. Mônica deu uma coelhada no Ursinho Bilu, deixando-o desacordado, e Chico amarrou-o com uma corda. Um dos soldados trouxe o Manuel (no lugar do manual), que no fim das contas, estava com o manual do Astro, que estava lutando contra o Capitão Pitoco no momento. Mônica tentou dar uma coelhada no Capitão, mas acabou acertando também o Astronauta, que caiu. Mônica aperta o botão verde do Astronauta, o que o faz falar em espanhol, mas quando Chico tenta outro botão, Astro recupera sua memória. Como pessoas estavam se aproximando, eles se esconderam em um saco de lixo e acabaram sendo levados pelo caminhão de lixo, mas no caminhão, Astro conta o que lembra sobre como eles foram transformados em brinquedos: Eles estavam em uma festa de fim de ano com o Maurício, quando do nada... SUABA (Supervilão Usando Abdução Básica Alienígena)! Eles foram levados para a nave do vilão e, lá, transformados em brinquedos. Ele usou um raio desmemorizador, e ao tentar proteger a turminha, Astro foi o mais atingido. Pensava-se que o vilão maior era o Capitão Feio (até o próprio pensava), mas foi revelado que o verdadeiro vilão era o João Transformão, um homem que trabalhava na manutenção de parques, e um raio o trasformou em João Transformão. Ele odeia crianças, pois elas vivem destruindo seus brinquedos. Por isso, resolveu transformar a turma em brinquedos, para eles sentirem na pele o gostinho de ser brinquedo. Ele pretendia deixá-los no lixão, para onde vão todos os brinquedos esquecidos, porém chegam crianças que se interessam pelos brinquedos e o carinho das crianças reverte o poder do "raio brincante" (que transformou a turma em brinquedos). Depois é revelado que Bilu, na verdade, era o ursinho de João Transformão, que o doou mas nunca o esqueceu. Após o reencontro, a nave de Astronauta pega João e Bilu com uma espécie de garra (como a dos "alienígenas Bugus") e Astro sai voando em sua nave, e a turma decide voltar para a festa. No esgoto, descobre-se que as crianças na verdade eram os monstros de sujeira do Capitão Feio, que mandou-os para ajudar a turminha porque ele "detesta concorrência".

Personagens (em ordem)

  1. Ursinho Bilu parodiando Lotso
  2. Capitão Pitoco parodiando Buzz Lightyear quando possuído por Lotso
  3. Jack-Jack Parr (Boneco)
  4. Bob Parr (Boneco)
  5. Helen Parr (Boneco)
  6. Violet Parr (Boneco)
  7. Dash Parr (Boneco)
  8. Woody (figurante, de Toy Story)
  9. Buzz Lightyear (figurante, de Toy Story)
  10. Doidivanas
  11. Tonto
  12. Maluco
  13. Doido
  14. Lelé
  15. Pirado
  16. Biruta
  17. Manuel
  18. Capitão Feio
  19. João Transformão

Referências a Pixar

Assim como os filmes da Pixar, a história é cheia de outras citações às produções da companhia.

Curiosidades/Erros

  • Bala no Alvo não aparece.
  • Capitão Pitoco faz o papel de Buzz em Toy Story 3 quando é controlado por Lotso.
  • É a primeira vez que uma versão jovem apareceu no clássicos do cinema (Denise e Xaveco), a segunda foi em Trônica (Mônica e Franja).
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.