FANDOM


Sobre o Capitão Feio
Ajuda
Capitão Feio
Capitão Feio
Informações de Fundo
Programas de Televisão
Turma da Mônica
Vídeo-Games
Castelo do Dragão (1991),
O Resgate (1993),
Terra dos Monstros (1994)
Interpretado por
Rico Malta
(apresentações teatrais)
Dublador(es)
Márcio Araújo
Primeira Aparição
Peça-Teatral de 1972.[1]
Informações do Personagem
Outros Títulos
Poeira Negra
Cavalo Branco da Decadência[2]
Aparência e Personalidade
Careca, alto, usa uma calça metade preta, metade azul (ocasionalmente amarela), camiseta roxa com um "F" vermelho no meio e uma capa suja e velha amarrada ao pescoço. Temperamental, ganancioso, cômico, descuidado, atrapalhado, egoísta, vingativo, perverso, egocêntrico e teimoso.
Afiliações
S.U.J.O.C.A.
S.M.A.Q.
Moradia
Esgotos subterrâneos do Bairro do Limoeiro.
Quarto embaixo do Parque da Mônica (ocasionalmente)
Família
Cascão (sobrinho),
Seu Antenor (irmão),
Tio Gérson (provável irmão),
Alvinho (provável sobrinho),
Entre outros (...)
Amigos
Monstrinhos de Lama,
Cascão (ocasionalmente)
Inimigos
Cascão, Mônica, Cebolinha, Magali, Chico Bento, Anjinho, Doutor Olimpo, etc.
Objetivo
Transformar todo o planeta Terra em um grande depósito de sujeira e lixo, procurando poluir tudo o que for possível.
Poderes e Habilidades
Capitão Feio tem a capacidade de soltar raios de sujeira, que são capazes, além de sujar, de deteriorar as coisas.

Capitão Feio é um dos grandes inimigos da Turma da Mônica, geralmente aparecendo como protagonista em muitas histórias do Cascão, seu sobrinho. Feio mora nos esgotos e tem como objetivo deixar o mundo mais poluído e emporcalhado com seus poderes de sujeira, com a ajuda de seus fiéis lacaios, os Monstrinhos de Lama. Mas infelizmente para ele, a Mônica e seus amigos sempre acabam frustrando com seus planos maléficos. Seu principal alvo é o Cascão que, por ser o menino mais sujo do mundo, Feio planeja de algum jeito se tornar mais sujo do que ele, nem que para isso tenha que convencer Cascão a se unir a seus projetos de dominação.

Feio surgiu em uma peça de teatro no ano de 1972, sendo revelado como um tio do Cascão que acabou adquirindo os poderes ao ser esmagado por revistas velhas e empoeiradas que colecionava quando pequeno, se tornando maligno e perverso. Mais tarde, reaparece na versão em quadrinhos dessa peça, publicada em Mônica Nº 31, de Novembro de 1972, onde é mantido o parentesco e a história de origem do Capitão Feio, que se torna um vilão ao ser coberto pela poeira de sua coleção de revistas. Ele retorna posteriormente em Mônica Nº 39, em Julho de 1973, chamada "E Novamente... Capitão Feio!", que desde esta edição, permanece até hoje apenas como um vilão, não dando presença a sua versão anterior de tio do Cascão.

Conforme ia tendo mais participação nos quadrinhos, Capitão Feio ganhava mais popularidade, se tornou o antagonista principal dos dois jogos da Turma da Mônica para o Sega Master System, entre 1991 e 1994 (um bom exemplo disso foi em Turma da Mônica - O Resgate, de 1993, onde o Capitão Feio é o último chefe), a única vez em que não apareceu, mais teve presença na história do jogo, foi em Mônica no Castelo do Dragão. Além disso, apareceu em muitas sagas especiais na Turma da Mônica Jovem, ganhou uma Graphic MSP de mesmo nome lançada em 2017 e ainda participa na série animada como antagonista em alguns episódios. Entre seus poderes estão a habilidade de soltar raios de sujeira pelas mãos, voar e dar vida a qualquer mistura ou junção de lixo (como fez com seus lacaios). Ultimamente tem levado a pior nos seus planos de sujar o mundo, onde sempre termina perdendo as batalhas para a Turma da Mônica, na qual é o principal inimigo.

Características e traços

Capitão Feio em Cascão N427, na historinha 'Os Três Sujinhos'

Ele é praticamente careca, com poucos fios de cabelo na cabeça. Usa uma calça metade preta, metade azul (ocasionalmente amarela ou beje). Tem as quatro marcas em seu rosto igual ao resto da família do Cascão. Usa uma camiseta roxa de manga curta que tem um "F" (de "Feio") vermelho no meio. Sua capa, da cor marrom, é praticamente uma toalha suja e velha amarrada ao pescoço.

Feio, de início, era o tio de Cascão e colecionador de gibis. No entanto, enquanto voltava com uma pilha de quadrinhos de um sebo, a poeira o emporcalhou e ele virou o maior vilão que a turma já conheceu. Agora sonha em encardir o mundo com seus raios de sujeira e (vários) servos ou monstros que vai adquirindo ao tempo.

Na Turma da Mônica Jovem, com roupas mafiosas e controlando ofudas como poderes principais depois de se libertar da prisão, ele se auto nomeia Poeira Negra. Após ir preso novamente ele retorna, um pouco depois, de volta ao clássico, mas ainda mais assassino e com más intenções. Ele aparece de novo com um rabo de cavalo, barbicha, roupas mafiosas e um rosto mais bonito, mas logo depois volta ao clássico.

História

Turma da Mônica

O personagem surgiu em uma peça de teatro em 1972, sendo um tio de Cascão que enlouqueceu. Em sua primeira história em quadrinhos, "Turma da Mônica Contra o Capitão Feio", publicada na revista Mônica n° 31, novembro de 1972 (Editora Abril), manteve o parentesco - Capitão Feio se torna sujo ao ser coberto pela poeira de sua coleção de revistas. Em janeiro de 1973, o personagem apareceu na capa da revista Cebolinha Nº 1 (Editora Abril), mas seu retorno nas histórias foi na Mônica n° 39, em julho do mesmo ano (oportunamente chamada "E Novamente… Capitão Feio!").

As origens do personagem foram aludidas em "Coelhada Nas Estrelas - O Feio Contra-Ataca". Sendo a história uma paródia de O Império Contra-Ataca, na cena satirizando Darth Vader revelando ser pai de Luke Skywalker, Dart Feio revela a Cascão Caiuóqui "Eu sou o irmão do seu pai!", e logo em seguida atira a revistinha Mônica 31 para comprovar.Também foram aludidas em Cascão n° 37, onde ele e Cascão viajam para outros quadrinhos, e no fim ele é mandado para a revista Mônica 31.

Capitão Feio é o antagonista principal dos dois jogos da Turma da Mônica para o Sega Master System, porém em Mônica no Castelo do Dragão ele não aparece. Em Turma da Mônica em O Resgate, Capitão Feio é o último chefe. Tem levado a pior nos seus planos de sujar o mundo. Sempre termina perdendo as batalhas para a Turma da Mônica. Mas não desiste (coitado).

Apareceu pela primeira vez em 1972 como um tio do Cascão que enlouqueceu e ganhou poderes ao ser esmagado por revistas velhas e empoeiradas. Depois disso, virou o maior vilão da turma, sempre tentando transformar o mundo em seu parque particular de sujeira. Entre seus poderes estão seu poder de voar, soltar raios de sujeira pelas mãos e dar vida a qualquer junção de muita sujeira (como fez com seus lacaios). Seu assistente é Cacata, um monstrinho sujo que comando os outros monstrinhos. Seu principal alvo é o sobrinho Cascão, que ele vive tentando induzi-lo para se unir a ele, porém Cascão nunca aceita, pois Capitão Feio é malvado enquanto Cascão é um bom menino.

Turma da Mônica Jovem

Poeira Negra

Poeira Negra

Capitão Feio agora prefere ser chamado de Poeira Negra, apesar dos outros personagens raramente memorizarem o nome. Continua o vilão cruel e desprezível que sempre foi, porém, com cabelos e muito mais poderoso. Poeira Negra ainda quer dominar o mundo, e até substituiu os seres do esgoto por monstros de poeira, que ele invoca através de seus Ofudas. Na 1ª edição, ele ressuscitou a malévola Yuka, rainha das 4 dimensões mágicas, com o intuito de usá-la como instrumento de dominação mundial, mas acabou dominado por ela e virou um mero lacaio em suas mãos. Cascão ainda é seu fã, mas é contra a ideia deste de governar o mundo. Na edição 49 ele reaparece depois de muitos anos ele disse que demorou para reaparecer por um motivo, para que seus poderes ficassem mais forte. No começo da história ele destrói uma banca de revistinhas a turma não entendeu até ver o Capitão Feio que briga com a turma e sem querer derruba uma parede no cascão e em si próprio.Os dois sobrevivem mais o poder do Capitão Feio é transportado para o Cascão que tenta usar os poderes para o bem mas só piorava a situação. Na história ele é careca novamente e mais forte, e também tem a marca de sujeira nas bochechas que nem Cascão.

Capitão Feio (em Turma da Monica jovem)

Capitão Feio na Turma da Mônica Jovem.

Na edição 80, finalmente a verdade é revelada, a Turma consegue ver as primeiras memórias do Capitão, com ele ainda pequeno, chorando porque os pais de sua amiga morreram indiretamente por sua causa, ele desde cedo gostava de brincar com insetos e alguns deles acabaram trazendo doenças que infectaram os outros. Com medo das doenças, os adultos deixaram de ir ao orfanato onde o Capitão Feio morava, mas a enfermeira do local o levou para casa, adotando-o. A enfermeira era na verdade a avó do Cascão.

Então outra memória surge, agora Cascão e Cebola se veem quando crianças, onde Cascão apresenta seu tio, dizendo que foi ele quem o ensinou tudo sobre histórias em quadrinhos. Um momento depois, é mostrado um remake da cena clássica da origem do Capitão Feio, enquanto arrumava suas revistas, uma pilha delas cai sobre ele, sufocando-o com a poeira, mas esse momento, uma figura misteriosa surge, uma centopeia falante, que promete salva-o dali, por um preço. O Capitão se lembra daquela centopeia, ela o salvou em uma situação parecida, quando ainda era criança, mas deixou pra lá, porque achava que tudo não passou de um sonho de criança.

A centopeia finalmente revela seu preço: em troca de salvá-o, ele iria ganhar poderes para trazer a podridão para o mundo, poluir rios e corromper os céus. De início o Capitão recusou, porque era uma boa pessoa, então a centopeia o ameaçou, se ele não aceitasse, então os poderes e aquele destino seriam passados para quem ele mais amava, nesse momento, surge a imagem do Cascão, então, para salvar seu sobrinho, ele aceita. A centopeia pergunta com qual nome ele gostaria de ser rebatizado, então ele escolhe o apelido que lhe davam no orfanato, somente: "Capitão Feio".

Poderes e habilidades

Capitão Feio tem a capacidade de soltar raios de sujeira, que são capazes, além de sujar, de deteriorar as coisas. Com seus poderes, ele é capaz de apodrecer o solo e de cobrir toda a atmosfera com uma fumaça negra, sendo esta a sua missão original.[3] Outra habilidade sua é a capacidade de voar. Antes, Capitão Feio era capaz de deteriorar, apodrecer, decompor as coisas apenas com a sua presença, como é o caso da Casa de Asclépio e o próprio hospital.[3]

Modificação da Carne

Capitão Feio em TMJ 90

Capitão Feio modificando sua carne.

Um de seus poderes mais notáveis era a sua capacidade de modificar a carne dos outros, inclusive, a sua própria carne. Basicamente, ele molda a carne de alguém para a forma que ele quiser. Usou isso em Mônica, Venerusa, Necrotauro e Joana. Usou isso em si mesmo, transformando-se em uma espécie de centopeia e em uma barata.[4][5]

Ele é capaz de curar quem ele modificou a carne com apenas um toque, como mencionado por ele. Após Cascão curá-lo, ele perdeu este poder.[3][5]

Equipamentos

Geralmente, Feio constrói seus equipamentos com seus próprios instrumentos e sozinho.

Objetos

  • Guarda-Chuva: Feio sempre usa um guarda-chuva para se proteger de água. Mas, às vezes, ele aproveita o equipamento para usá-lo como "espada".
  • Sapatos: Ele não usa nem sapatos normais. Sua proteção para os pés é tão fedida que ela solta um gás poluidor tão forte capaz de deixar todo o mundo tossindo sem parar eternamente.[6]
  • Bomba Aquática de sujeira: É uma bomba com formato de lata de lixo. Quando ela explode, a água do mundo inteiro é poluída. Na verdade, o que usou ela foi o Louco disfarçado.[7]
  • Aspirador Luminoso a Luz do Sol: É um aspirador de pó com um vidro em cima. Um servo astronauta seu o usou para sugar a luz do sol e de todas as estrelas, assim pegando o brilho para si e sempre que ele abria o vidro protetor vinha uma luz enorme tonteando todos. Se os terráqueos quisessem ver a luz brilhar de novo, teriam que se render aos seus desejos mais sujos.[8]
  • Ultra-Raio de Sujeira Concentrada: É uma pistola capaz de pulverizar alguém. Foi vista somente em um quadrinho de história, usada como ameaça, porém foi impedido.[9]
  • Máquina de Criar Monstrões Fedidos: Usando o poder do cheiro da meia de Cascão, ele usou de combustível para uma máquina em que pode transformar qualquer criança inocente num monstrão superpoderoso e malvado capaz até mesmo de repelir Mônica e criar uma rachadura no solo. [10]
  • Máquina Fotográfica: É uma máquina que tira o talento do outro ao ele tirar uma foto nisso. Com outro clic, o efeito se desfaz.[11]
  • Arma Artística: É uma pistola que pode transformar alguém em um borrão de tinta vermelha, azul ou amarela, pozinho de borracha ou passar corretivo líquido e deixar transparente.[12]
  • Mega-Hiper-Super-Cano-de-Descarga: É um cano onde ele pode ligar vários carros, e a poluição que eles causam entra para ir pelo ar e poluir o mundo dentro do bueiro.
  • Nuvem de Sujeira: Uma caixa de presente que quem abir receberá uma nuvem de sujeira na cara que o paralisará.

Ofudas

Poeira Negra e Ofudas

Como Poeira Negra, sua arma principal são ofudas,[13] é uma magia oriental usada pelo Capitão, na saga "4 Dimensões Mágicas".

Dito pelo próprio, ele as aprendeu enquanto esteve na prisão e, embora ele resolva parar de usá-los, adotando aos seus velhos poderes de sujeira que adquiriram forças muito mais destrutivas, existe uma teoria em que Poeira Negra recorreu à um ofuda desconhecido para retirar o selo de Yuka.

  • Dragão de Poeira: Esse foi o 1º ofuda usado por ele. Ângelo lutou com o dragão por 3 edições até derrotá-lo. Um dragão completamente feito de poeira é invocado com isso.
  • Mão de Poeira: Do papel saem várias mãos de poeira gigantes, que prendem os oponentes.
  • Ofuda das Trevas: Esse ofuda é igual à Mão de Poeira, porém lança só uma mão, com muito poder que todas as da Mão de Poeira juntas que começa a esmagar o inimigo.
  • Ofuda Sombra: Usando dois juntos, lança uma poderosa rajada de poeira no alvo.
  • Ofuda de Encantamento Pó Negro: Do Ofuda sai um pó negro, que cria uma enorme fumaça no chão permitindo uma fuga.
  • Ofuga: É um famoso ofuda usado para desaparecer de um lugar e ir pra outro.
  • Encantamento Milenar Tibetano: Caso Poeira Negra coloque um Ofuda Especial nas costas de alguém, ela irá virar pedra ao seu comando, e ele receberá os poderes do que foi petrificado. Após ele fazer isso ele pode soltar raios de fogo de sua mão e voar.

Técnicas

Sua especialidade é soltar raios de sujeira (o efeito pode ser reverso, limpando tudo que sujou). Seus raios são capazes de alienar a população e fazê-las sujar tudo o que veem. Na Turma da Mônica Jovem, esses simples raios de sujeira podem apodrecer tudo o que tocar degenerando-os. Mas, sem exagero no poder, ele pode criar vários objetos com isso, como cordas ao redor de alguém tapando seu corpo todo ou criar uma lama ao redor de alguém molhado que deixa a pessoa imóvel. Talvez até sem água, cobrindo o corpo do inimigo com uma grossa camada de poeira. Ele pode também aumentar continuamente o tamanho de um animal e dar-lhe superforça ou pretensões malignas. Foi visto, somente uma vez, ele lutando com uma mão de sujeira que criou com os raios. Em A volta do Capitão Feio, é mostrado que seus raios são paralisantes.

Sua capa não é apenas por besteira. É revelado que seus poderes o dão a permissão de voar, mas o ponto fraco disso é que enquanto se está flutuando é fácil perder o senso de onde está e o que está por perto, como dito por Cascão que teve a oportunidade de usar isso por uma vez. Outra descoberta foi que enquanto o portador dos poderes encardidos estiver com muita fúria poderá sujar tudo ao seu redor de lama.

Sua "arma secreta" de um desenho animado é a habilidade de criar uma chuva emporcalhadora que sujaria o mundo todo, mais tarde o permitindo lançar raios de sujeira pelos próprios fios de cabelo. E, por falar em cabelo, também há seu topete sujo que ele pode até mesmo dar pra alguém e pegar de volta, onde quando a pessoa se mexe sai sujeira por todos os lados. Em O Resgate, ele é capaz de atacar bolas de fogo.

Em O sumiço dos panetones, ele demonstra uma mágica capaz de transformar a aparência de alguém em outra.


Fraquezas

Água

Sempre que Feio recebe água em seu corpo, seus poderes enfraquecem como se tivessem ido embora de tão pouca frequência. Porém, logo logo eles voltam de novo.

Voo

Enquanto voa, Capitão Feio facilmente perde o senso de direção.

Aparições (esboço)

Turma da Mônica (Abril)

  1. Mônica Nº 31 - Mônica contra o Capitão Feio
  2. Mônica Nº 39 - E Novamente... Capitão Feio!
  3. Cebolinha nº 28 - Uma História de Papagaio
  4. Cebolinha Nº 41 - O Capitão Feio no Reino do Bueiro
  5. Cebolinha Nº 64 - A Terrível Volta do Capitão Feio
  6. Cebolinha Nº 72 - O Capitão Feio volta a atacar
  7. Mônica Nº 118 - Lá vem o noivo, todo sujinho...
  8. Cebolinha Nº 94 - Ele voltou! O Capitão Feio voltou!!
  9. Cebolinha Nº 100 - O Capitão Feio ataca o Nº 100
  10. Cebolinha Nº 100 - Cuidado com a poeira
  11. Cascão Nº 3 - A diabólica volta do Capitão Feio
  12. Cascão Nº 4 - O Terrível Capitão Feiozinho!
  13. Cascão Nº 19 - Capitão Feio (ou limpo?)
  14. Cascão Nº 24 - Comida para o Capitão Feio
  15. Cascão Nº 27 - O Testamento do Capitão Feio
  16. Cascão Nº 35 - O Terrível Papai Feio Noel
  17. Cascão Nº 47 - O Terrível Capitão Bebê Feio
  18. Mônica Nº 190 - Uma Estrela do Outro Mundo
  19. Cascão Nº 115 - Capitão Limpo

Turma da Mônica (Globo)

  1. Mônica Nº 5 - Uma Aventura Cinematográfica
  2. Magali Nº 6 - Enfim, um Nome!
  3. Mônica Nº 36 - A Estrelinha Apagada
  4. Cascão Nº 71 - A Conspiração
  5. Mônica Nº 110 - A Turma da Cônica
  6. Cascão Nº 153 - Capitão Bonitão
  7. Cascão Nº 162 - O Ovo da Sujeira
  8. Parque da Mônica Nº 10 - Pintou Sujeira no Parque
  9. Cascão Nº 200 - Duzentos
  10. Parque da Mônica Nº 21 - Uma Ameaça Robótica
  11. Parque da Mônica Nº 25 - Procura-se
  12. Parque da Mônica Nº 26 - Sujolândia
  13. Cascão Nº 226 - O Sumiço dos Pais do Cascão
  14. Parque da Mônica Nº 33 - Não Perca um Porco no Parque
  15. Cascão Nº 258 - Um Aniversário Sujão
  16. Cascão Nº 262 - A Ameaça das Águas
  17. Cascão Nº 263 - O Monstro do Lixo
  18. Cascão Nº 280 - Que Tédio
  19. Cascão Nº 281 - Bicho-Papão Sujão!
  20. Cascão Nº 285 - Ano Novo? Baah!
  21. Cascão Nº 362 - Mágico de Festas
  22. Parque da Mônica Nº 108 - Preservando o Parque
  23. Mônica Nº 217 - O Monstro D.N.A.
  24. Cebolinha Nº 200 - O Número 200
  25. Cascão Nº 427 - Os Três Sujinhos
  26. Parque da Mônica Nº 136 - Reciclantes
  27. A Volta do Capitão Feio!
  28. Mônica Nº 232 - Um Aniversário Festejado
  29. Parque da Mônica Nº 161 - Gêmeos e Trigêmeos
  30. Cascão Nº 454 - Alguém mais sujinho do que eu

Turma da Mônica (Panini V1)

  1. Uma Aventura no Parque da Mônica Nº 2 - Super-Horácio, O Retorno
  2. Lostinho
  3. Cascão Nº 5 - Dois amigos, um anjo e um vilão num dia quente no bairro
  4. Maurício de Sousa: Biografia em Quadrinhos
  5. Cascão Nº 10 - Meu secundário favorito
  6. Cascão Nº 11 - Um Vilão de Penetra!
  7. Uma Aventura no Parque da Mônica Nº 17 - O plano quase infalível!
  8. Cascão Nº 18 - Quando os sujos ficam mais sujos
  9. Cascão Nº 22 - O Aniversário do Capitão Feio
  10. Cascão Nº 23 - BÊ-Á-BÁ Aniversário
  11. Turma da Mônica Extra Nº 3 - Capitão Feio
  12. Maurício apresenta Os Doze Símbolos do Natal
  13. Cascão Nº 37 - A Volta aos Infinitos Gibis!
  14. Cascão Nº 45 - O Desentupidor de Bueiros
  15. Cascão Nº 47 - Feliz Aniversário, Cascão!
  16. Cascão Nº 53 - O Mundo a um Clic
  17. Cascão Nº 59 - Vilanias no Aniversário!
  18. Cascão Nº 60 - Se neva no Natal, neva no Limoeiro
  19. Clássicos do Cinema Nº 29 - Tô na História
  20. Clássicos do Cinema Nº 30 - Peraltas do Caribe
  21. Cascão Nº 65 - Sem limites para o Capitão Feio
  22. Uma Aventura Olímpica com a Turma da Mônica
  23. Cascão Nº 76 - O Topetão Sujão
  24. Uma Aventura no Parque da Mônica Nº 76 - Pintou Sujeira
  25. Mônica Nº 77 - O Resgate do Cebolinha
  26. Turma da Mônica Nº 82 - Quem você levaria para uma Ilha Deserta?
  27. Cebolinha Nº 500
  28. Turma da Mônica Nº 86 - O poderoso Do Contra
  29. Turma da Mônica Nº 87 - Eu vejo cães azuis
  30. Cebolinha Nº 92 - O Supervilão
  31. Magali Nº 96 - O sumiço dos panetones
  32. Cascão Nº 100 - O nº100 e a infalível S.U.J.O.C.A.

Turma da Mônica (Panini V2)

  1. Cascão Nº 1 - O Porcozilla
  2. Cebolinha Nº 4 - A volta do Capitão Pitoco
  3. Cebolinha Nº 5 - Brincadeira de menina é muito chata
  4. Mônica Nº 8 - O Sumiço das Renas

Turma da Mônica Jovem

  1. Turma da Mônica Jovem Nº 1 - Eles Cresceram! (Em Flashback e como Poeira Negra)
  2. Turma da Mônica Jovem Nº 2 - Turma da Mônica Jovem Nº 2 - A Aventura Continua! (Como Poeira Negra)
  3. Turma da Mônica Jovem Nº 3 - Novos Desafios! (Como Poeira Negra)
  4. Turma da Mônica Jovem Nº 4 - Fortes Emoções... (Como Poeira Negra)
  5. Turma da Mônica Jovem Nº 10 - Conta Comigo! (Como Poeira Negra)
  6. Cebolinha 50 Anos - Plano Nº 1 (Como Poeira Negra)
  7. Turma da Mônica Jovem Nº 31 - Divisão por Dois (Mencionado como Poeira Negra e em Flashback)
  8. Turma da Mônica Jovem Nº 34 - Quer Namorar Comigo? (Como Poeira Negra)
  9. Turma da Mônica Jovem Nº 49 - O Novo Capitão Feio!
  10. Mônica Jovem Especial Nº 1 - Lembranças (Como Poeira Negra)
  11. Turma da Mônica Jovem Nº 73 - Caçadores de Androides
  12. Turma da Mônica Jovem Nº 90- A Torre Inversa parte 1
  13. Turma da Mônica Jovem Nº 91- A Torre Inversa parte 2
  14. Turma da Mônica Jovem Nº 92- A Torre Inversa parte 3

Menções

Turma da Mônica (Globo)

  1. Mônica Nº 46 - O Sumiço de Todas as Mães
  2. Mônica Nº 100 - Mônica 100... forças?!
  3. Mônica Nº 239 - Que fim levou o Sansão?

Turma da Mônica Jovem

  1. Chico Bento Moço Nº 12 - Mundos

Notas de rodapé Ajuda

  1. Primeira presença nos quadrinhos foi em Mônica Nº 31 (Editora Abril), na historinha "Mônica Contra o Capitão Feio", de Novembro de 1972.
  2. Turma da Mônica Jovem Nº 90 (Editora Panini) - A Torre Inversa, Parte 1, Pág. 124 (quadrinho 1)
  3. 3,0 3,1 3,2 Turma da Mônica Jovem Nº 92 (Editora Panini) - A Torre Inversa, Parte 3, Pág. (quadrinho )
  4. Turma da Mônica Jovem Nº 90 (Editora Panini) - A Torre Inversa, Parte 1, Pág. (quadrinho )
  5. 5,0 5,1 Turma da Mônica Jovem Nº 91 (Editora Panini) - A Torre Inversa, Parte 2, Pág. (quadrinho )
  6. Cascão Nº 3 - A Diabólica Volta do Capitão Feio, pgs. 10 & 11
  7. A Volta do Capitão Feio! (pg. 17)
  8. Mônica Nº 36 - A Estrelinha Apagada, tema principal
  9. Cascão Nº 4 (Ed. Abril) - O Terrível Capitão Feiozinho!
  10. Mônica Nº 77 (Ed. Panini) - O Resgate do Cebolinha
  11. Uma Aventura no Parque da Mônica Nº 36 - Pintou Sujeira
  12. Uma Aventura no Parque da Mônica Nº 36 - Pintou Sujeira
  13. Glossário: Talismã escrito em papel, que carrega um feitiço escrito que se torna real.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.